full screen background image




YouTube Go, aplicativo para assistir a vídeos sem internet, é lançado no Brasil

O Google liberou nesta quinta-feira (1º) para o Brasil o YouTube Go, versão do aplicativo da rede social que permite assistir a vídeos sem usar a internet do seu celular. Com a  ferramenta, basta possível baixar vídeos em alta resolução para assistir em qualquer lugar, mesmo sem conexão. Caso você não tenha muito espaço de armazenamento no seu smartphone, é possível definir a qualidade da imagem antes de iniciar o download.

A tela inicial do YouTube Go conta com duas abas principais. Uma delas exibe os vídeos mais populares na sua região e outra, os vídeos que já foram baixados e estão armazenados no aparelho. Nem todos os vídeos da rede social podem ser baixados. Os que estão disponíveis são apresentados somente no app. Ao selecionar um item da lista, a ferramenta exibe uma previsão do vídeo e exibe mais informações sobre o conteúdo.

Na mesma tela, é possível começar o download para ver depois ou assistir o vídeo na qualidade que você desejar. Segundo o Google, a opção de exibir imagens em alta definição foi incluída após a demanda de quem já estava utilizando a ferramenta. Quando o celular está conectado à internet, o aplicativo ainda é capaz de avisar quando seus canais favoritos adicionam novos vídeos, para você fazer o download para assistir depois.

O app também oferece a opção de compartilhar vídeos com outras pessoas. Para isso, é preciso usar o Bluetooth para um celular que também tenha o serviço instalado. Ao clicar no ícone de transferências, exibido no canto superior da tela, o usuário só precisa se aproximar do outro celular, que deverá autorizar o envio, assim como em conexões convencionais.

Instalado em mais de dez milhões de smartphones, o YouTube Go já estava disponível desde 2017 em locais como Índia, Nigéria e Indonésia, mas agora pode ser baixado em mais de 130 países. Segundo o Google, os lançamentos anteriores foram usados para realizar mudanças na interface do aplicativo para os recursos ficarem ainda mais evidentes.

Fonte: Tecnologia – iG




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: