Viradouro mostra que está com o enredo na ponta da língua

A Escola de Samba Unidos do Viradouro entrou imponente na Marquês de Sapucaí, no Centro do Rio, para seu ensaio técnico. Os 2,5 mil componentes desfilavam com o enredo “O Alabê de Jerusalém, a saga de Ogundana” na ponta da língua. A Vermelho e Branco terá 20 alas e quatro carros alegóricos e vai desfilar pela Série A, na sexta-feira de carnaval, dia 5 de fevereiro.

Para o carnaval de 2016, a Unidos do Viradouro fez alterações na equipe. De acordo com o presidente da escola, Gustavo Clarão, praticamente todos os quesitos foram modificados. Da equipe de 2015, apenas o intérprete Zé Paulo Sierra e a rainha de bateria Raissa Machado permaneceram na escola.

O enredo foi inspirado na obra do cantor e compositor Altay Veloso, cujas pesquisas sobre as histórias judaicas e africanas, além das viagens feitas ao Oriente, deram origem a um livro e uma ópera.

Os compositores do samba enredo são Maria Preta, Fábio Borges, José Augusto Souza, Willian Lima, Paulo Cesar Feital, Douglas Souza e Gilson Silva. A canção fala sobre amor ao próximo, tolerância e igualdade.

Conhecido como o Mago das Cores por trabalhar com tons pastéis em um desfile da Mangueira em 1984, o carnavalesco Max Lopes assina a adaptação artística do enredo.

Há três anos à frente da bateria da Viradouro como rainha, e há 9 como integrante da escola, Raíssa Machado comemora o sucesso do ensaio.

“A emoção é grande. Estou defendendo a escola mais uma vez e com vontade de subir para o Grupo Especial. A escola está unida e todos com esse ideal. Niterói merece e a Viradouro também! O enredo veio com tudo, precisamos perceber que somos todos iguais e viver com amor”, observou Raíssa.

Este ano, a Viradoura traz uma batida de caixa um pouco mais acelerada na bateria, que vem com cerca de 260 ritmistas, sendo a maioria com seis anos de escola, embora muitos completem 20.

Outra aquisição da Viradouro foi o primeiro casal de Mestre-sala e Porta-bandeira, Marquinho e Giovanna, que trabalham juntos no carnaval há 21 anos.

A Ala das Baianas estava animadíssima.




%d blogueiros gostam disto: