Virada e empate na reinauguração do Maracanã

09Na volta ao lendário Maracanã, o Brasil saiu na frente, permitiu a virada da Inglaterra e acabou conseguindo o empate em 2 a 2 nesta tarde de domingo. Os gols de um jogo muito movimentado na segunda etapa foram marcados por Fred, Paulinho (B), Rooney e Oxlade-Chamberlain.

Diante de um Maracanã quase lotado, o Brasil de Felipão começou o jogo colocando pressão sobre o adversário europeu, encurtando os espaços e retomando rapidamente a bola para partir em velocidade para o ataque. Aos poucos, porém, a Seleção foi tendo dificuldades com a marcação apertada dos ingleses em seu próprio campo, de modo que o time verde-e-amarelo precisou ser mais inventivo para levar perigo a Joe Hart.

Aos 16 minutos, Daniel Alves chutou de longe e quase surpreendeu o goleiro, que fez sua grande intervenção no lance seguinte. Neymar recebeu na área, contou com a ajuda de Glen Johnson e chutou para a defesa do camisa 1. O própro Neymar tentou colocado da entrada da área um pouco depois, mas a bola saiu por cima do ângulo direito do gol inglês.

Com mais movimentação do que nas partidas recentes, os jogadores de ataque conseguiram criar algumas alternativas durante a primeira etapa. Oscar cruzou com perigo em um lance individual, e finalizou outra vez com perigo aos 30 minutos. Hulk recebeu passe de Neymar e chutou em cima de Hart alguns minutos antes, além de um toque de calcanhar aos 36 que também quase terminou em gol.

Na parte final da primeira etapa, o Brasil reduziu o ritmo, diminuiu a movimentação e permitiu um tímido crescimento da Inglaterra na partida. Walcott teve chance clara para abrir o marcador aos 39 em uma desatenção da marcação, mas acabou parando em Julio César. Lampard também teve espaço para bater na entrada da área, sem conseguir tirar o zero do marcador antes do intervalo.

Voltando com Marcelo e Hernanes para a segunda etapa, Felipão conseguiu acrescentar qualidade à movimentação ofensiva do Brasil. O gol não tardou a sair, apesar do crescimento dos adversários no encontro: Hernanes recebeu bola na entrada da área, viu Hart adiantado e tentou colocar no ângulo. A bola foi no travessão, mas voltou para Fredencher o pé e abrir o marcador.

Os ingleses voltaram a ter mais volume de jogo e acabaram se aproveitando dos velhos erros de marcação da Seleção na intermediária para empatar: Jones avançou livre e tocou com Rooney, que ajeitou para um chute muito feliz do garoto Oxlade-Chamberlain, no cantinho esquerdo de Julio César.

A partida continuou lá e cá, e novamente um erro do Brasil, desta vez na saída de jogo, levou à virada dos ingleses. Thiago Silva dividiu com Milner na direita e a bola sobrou para Rooney contra-atacar pelo meio, perceber o goleiro adiantado e bater colocado para fazer 2 a 1. A resposta veio em seguida: Paulinho recebeu cruzamento de Lucas e marcou um lindo gol de voleio para salvar a festa na arena carioca.

Na próxima semana, na Arena do Grêmio, o Brasil recebe a França, no último teste antes da estreia na Copa das Confederações.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: