Vettel vence, mas Alonso é quarto e evita tetra de alemão

00O título é quase certo, mas ainda não foi neste domingo. O GP do Japão, cuja pista de Suzuka é a que mais viu títulos na história da F-1 (11), não teve a oportunidade de ser o palco do tetracampeonato de Sebastian Vettel com a Red Bull.

O alemão venceu novamente, sua 9ª em 2013 e 5ª seguida, mas terá que esperar pelo menos mais uma etapa para comemorar o título. Serão pelo menos mais 14 dias de expectativa para Vettel: a próxima etapa, na Índia, será no dia 27 de outubro.

E o tetra foi impedido neste domingo por culpa de Fernando Alonso. O ferrarista fez sua parte: terminou em quarto e se manteve na briga pela taça, por mais impossível que a virada sobre Vettel pareça. Ele precisava ficar pelo menso em 8° para se manter na disputa. Agora, Vettel tem 297 pontos, enquanto Alonso foi para 207.

Para que a Índia seja o palco do tetra do alemão, que viraria o mais jovem a alcançar o feito (26 anos), ele precisará vencer e torcer para que Alonso fique na máximo em 3°. Alonso, portanto, terá que vencer ou ficar em 2° no circuito de Buddh para levar a disputa para Dubai, no autódromo de Yas Marina – se for vencedor, Vettel não pode terminar entre os 5 primeiros; se for segundo, Vettel teria que ficar no máximo em 11°. Pole em Suzuka, Mark Webber, companheiro de Vettel na Red Bull, não segurou a liderança nem por uma curva, mas conseguiu a dobradinha no final da prova, quando ultrapassou Romain Grosjean, da Lotus, que ficou em 3°. Grosjean conseguiu ultrapassar Webber e Vettel na primeira volta, mas viu o alemão assumir a liderança na 41ª e Webber recueprar a segunda posição na penúltima volta da prova.

Felipe Massa, longe das disputas pelas primeiras posições, até pontuou: em 10°, garantiu mais um na sua conta e foi a 90, na sétima colocação do Mundial. O problema é que Massa não só largou em quarto e fez corrida fraca, perdendo seis posições até o final, como estava em 9° até a última volta, quando foi ultrapassado por Jenson Button. Nova prova fraca pode complicar a situação de Massa na F-1. Ele, que afirmou negociar com diversas equipes para a próxima temporada, pode estar prestes a deixar a categoria, já que faz as últimas quatro provas em sua história na Ferrari.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: