Vasco volta a ser derrotado em São Januário

A noite parecia que seria completa para o torcedor vascaíno. Nenê marcou logo no começo, quebrando o jejum de seis jogos sem marcar na Série B. Porém, as coisas não ficariam boas em São Januário. A equipe carioca levou a virada, em casa, e acabou derrotado por 2 a 1. Apesar do novo tropeço, o Gigante da Colina continua na liderança da competição.

Na liderança da Série B, o Vasco volta aos gramados no sábado contra o Avaí. O confronto vai acontecer na Ressacada, em Florianópolis, ás 16h30.

O JOGO

Atuando em casa, o Vasco começou com tudo e rapidamente abriu o placar. Com apenas cinco minutos, Madson cobrou lateral na área, a zaga do Bahia falhou e a bola se ofereceu a Nenê, que abriu o placar para a equipe da Colina.

Empolgado pelo gol, os donos da casa foram para cima e quase ampliaram em finalização de Jorge Henrique, que o goleiro Marcos conseguiu defender. Logo depois, foi a vez do Paraná ameaçar pela primeira vez. Após falha dos vascaínos, a bola sobrou para Rafael Carioca que rolou para Valber bater e a bola passar perto do gol de Martín Silva.

Com o passar do primeiro tempo, o Vasco recuou e chamou o Paraná. O atacante Lucio Flávio quase marcou em finalização de fora da área. Aos 35 minutos, a equipe visitante chegou ao empate. Após cobrança de falta de Valber, Jorge Henrique desviou contra o patrimônio e deixou a partida empatada na Colina.

O segundo tempo voltou muito corrido com chances para ambas as equipes. A melhor primeira oportunidade foi do Vasco. Nenê fez bela jogada, passou por três adversários e deu belo passe para Andrezinho, que finalizou carimbando o travessão do Paraná.

Era pelos pés do camisa 10 o caminho das boas jogadas do Vasco. Henrique inverteu o lance e Nenê pegou de primeira, finalizando forte, mas o goleiro Marcos fez uma grande defesa, evitando o segundo gol do apoiador. Depois, em cobrança de escanteio, ele colocou a bola na cabeça de Rodrigo, mas a finalização foi para fora.

Os últimos minutos foram de posse de bola vascaína. O Gigante ensaiou uma pressão, mas se equivocou muito nos últimos passes, facilitando a vida da defesa do Paraná. E as coisas ainda ficariam piores. Após falha da zaga vascaína, Murilo Gabriel concluiu com perfeição um belo contra-ataque e deu a vitória aos visitantes.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 2 PARANÁ

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Auxiliares: José Reinaldo Nascimento Júnior (RJ) e Lehi Sousa Silva (DF)
Renda e público: R$ 91.210,00 – 3.035 pagantes
Cartões amarelos: Julio dos Santos, Jorge Henrique e Leandrão; Robert
Gols: Nenê (6’/1ºT), Jorge Henrique, contra (35’/1ºT), Murilo Rangel (42’/2ºT)

Vasco: Martin Silva, Madson, Luan (Aislan, 44’/1ºT), Rodrigo e Henrique; Diguinho, Julio dos Santos (William Oliveira, 10’/2ºT), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Eder Luis, 26’/2ºT) e Leandrão – Técnico: Jorginho.

Paraná: Marcos, Diego Tavares, Leandro Silva, Alisson e Rafael Carioca (Claudevan, 22’/2ºT); Basso, Murilo Rangel, Robson e Valber (Henrique, Intervalo); Fernandes e Lúcio Flávio (Robert, 34’/2ºT) – Técnico: Marcelo Martelotte.


TAG


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: