Vasco sofre goleada

O Vasco pressionou, criou chances, mas as falhas defensivas e a eficiência corintiana pesaram. Assim, o Cruz-maltino foi goleado pelo Corinthians por 5 a 2, nesta quarta-feira (07), em São Januário, pela quinta rodada do Brasileiro. O jogo mal havia começado e o Vasco levou dois baques em sequência. Na primeira disputa de bola que teve, Kelvin caiu de mal jeito e torceu o joelho esquerdo, sendo substituído por Manga Escobar. Antes que o colombiano entrasse, porém, o Timão soube capitalizar a superioridade numérica: bela troca de passes, que começou com Jadson na direita e terminou com Guilherme Arana recebendo de Clayson. O lateral cruzou rasteiro e achou Marquinhos Gabriel livre para abrir o placar.

Com a vantagem no marcador e mais uma assistência de Arana na conta, o Alvinegro paulista pareceu acomodado em defender-se e sair apenas nos contra-ataques. Empurrado pela boa presença da torcida, o Vasco subiu suas linhas, pressionou o adversário que detinha a posse de bola e conseguiu bastante volume de jogo. A jogada, porém, quase sempre acabava em um cruzamento longo para a área.

Após passar boa parte do tempo na defesa, porém, os corintianos mostraram que também sabiam ameaçar o rival. Em bola roubada por Pedro Henrique, Marquinhos Gabriel recebeu do zagueiro, ainda no campo de defesa, carregou por alguns metros e deu passe em profundidade para Jô. O centroavante, mostrando boa velocidade, ganhou de Paulão, driblou Martín Silva e tocou para o gol vazio.

O conforto conquistado pelo Timão no final do primeiro tempo demorou cerca de um minuto para ser pulverizado pelos donos da casa. Com Nenê no lugar do lateral direito Gilberto, recuando Yago Pikachu para o setor defensivo, os anfitriões conseguiram diminuir a desvantagem logo de cara, quando Nenê roubou de Arana e sofreu falta. O próprio armador cobrou e achou Luis Fabiano testar à rede.

O gol inflamou a torcida e pareceu assustar a defesa corintiana. Pablo recebeu passe logo na saída de bola e, sem saber o que fazer, chutou a bola para a lateral. Na cobrança, o lateral esquerdo Henrique recebeu e cruzou para Luis Fabiano. O centroavante antecipou o mesmo Pablo, a bola ainda bateu no seu braço e foi no canto esquerdo, sem chances para Cássio.

O ótimo momento vascaíno e a falta de tranquilidade corintiana persistiram, tanto que Luis Fabiano e Henrique tiveram chances para virar o jogo, mas não aproveitaram. O ataque intenso, porém, deixou espaços atrás, e foi aí que os visitantes arranjaram espaço para sair do buraco. Clayson aproveitou desatenção da defesa e achou Maycon, livre dentro da área. O volante tocou devagar, por baixo do goleiro, e fez o terceiro.

Ainda antes do fim, o Timão ainda conseguiu selar o placar com Clayton, que cabeceou livre após cruzamento de Jô, aos 39, e chutou de primeira bola de Paulo Roberto, aos 47 minutos da segunda etapa.


TAG


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: