Vasco conta com pênalti inexistente para arrancar empate contra o Fla

O clássico entre Flamengo e Vasco teve muitas polêmicas e até um apagão em Brasília. Com direito a expulsão de Luis Fabiano, pênalti polêmico no fim, os dois rivais ficaram no empate por 2 a 2 em duelo deste domingo.

O resultado manteve o Flamengo na liderança do Grupo B com 10 pontos em quatro jogos. Já o Vasco está com apenas seis pontos, em quarto lugar no Grupo C e tem a ameaçada a sua classificação para as semifinais da Taça Rio. Os gols da partida foram marcados por Willian Arão e Berrío, para o Flamengo, e Yago Pikachu e Nenê, para o Vasco.

Na próxima rodada, o Gigante da Colina enfrenta o Boavista, na quinta-feira, em São Januário. Já o Rubro-Negro joga um dia antes contra o Volta Redonda, no Raulino.

O JOGO

O Vasco começou melhor o clássico contra o Flamengo. Mais ligado, a equipe de São Januário criou as primeiras chances e saiu na frente do placar. Com seis minutos, Henrique fez bela tabela com Andrezinho e cruzou para Pikachu testar o goleiro Muralha.

O gol vascaíno saiu aos 15 minutos. Luis Fabiano apertou Réver e recuperou a bola. Nenê avançou pela esquerda e cruzou na medida para Yago Pikachu, que se antecipou a Muralha e desviou para o fundo das redes do Flamengo.

Aos 27 minutos, a iluminação do estádio Mané Garrincha sofreu uma queda. A partida ficou paralisada por nove minutos. No retorno, o Flamengo melhorou na partida e criou boas chances de empatar o clássico.  A melhor delas aos 47 minutos, quando Pará chegou em boas condições, mas na hora de finalizar tentou o passe para Damião e acabou perdendo a chance.

As coisas começaram a complicar para o Vasco no começo da segunda etapa. Com oito minutos, Luis Fabiano foi expulso. O atacante levou o amarelo após faltar em Márcio Araújo. O atacante reclamou com o árbitro e acabou sendo expulso.

Com a vantagem numérica, o Flamengo virou em cinco minutos. Depois de levantamento para a área, Willian Arão subiu mais que a zaga do Vasco e deixou tudo igual. Depois, Berrío recebeu pela direita, cortou Rafael Marques e finalizou, Jordi ainda desviou, mas a bola morreu no fundo das redes do Vasco.

Mesmo na frente, o Rubro-Negro seguia superior e por pouco não fez o terceiro. Aos 23 minutos, Renê fez boa jogada pela esquerda e cruzou, a bola passou por todo mundo e sobrou para Pará, que finalizou muito forte e a bola acabou subindo por cima do gol.

Sem forçar, o Flamengo ainda criou outras oportunidades para ampliar, mas faltou capricho nas finalizações. Com muitas dificuldades, o Vasco buscou o empate no fim em um lance polêmico. Após levantamento, Nenê desviou para o meio da área e a bola tocou na barriga de Renê. A arbitragem marcou pênalti. O camisa 10 converteu e deu números finais ao clássico em Brasília.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 x 2 VASCO

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Arbitragem: Luis Antônio Silva dos Santos
Renda/Público:  28.071 pagantes/R$ R$ 1.279.720
Cartões Amarelos: Everton e Willian Arão (Flamengo); Jean, Jordi, Jomar e Douglas (Vasco)
Cartão Vermelho: Luis Fabiano
Gols: Yago Pikachu, aos 15 minutos do primeiro tempo; William Arão, aos 15, Berrío, aos 19, e Nenê, aos 49 minutos do segundo tempo

FLAMENGO – Alex Muralha; Pará, Rever (Léo Duarte), Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Mancuello (Lucas Paquetá); Berrío (Marcelo Cirino), Leandro Damião e Everton. Técnico: Zé Ricardo.

VASCO – Jordi; Gilberto, Jomar, Rafael Marques e Henrique; Jean (Thalles), Douglas, Yago Pikachu (Manga Escobar), Nenê e Andrezinho (Escudero); Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: