Vasco bate o Brasil-RS e volta a vencer na Série B

Não foi simples, mas o Vasco voltou a vencer na Série B e em São Januário. Após o jejum de duas partidas na competição e no seu estádio, o Gigante derrotou o Brasil de Pelotas por 2 a 0 e com isso, permaneceu na liderança da Segundona. Os gols dos cariocas foram marcados por Nenê e Luan, um em cada tempo. Com o resultado, a equipe da Colina, que foi comandada por Zinho, já que Jorginho cumpriu suspensão, chegou aos 31 pontos, dois a mais que o vice-líder, Atlético-GO.

Na próxima rodada, o Vasco joga contra o Luverdense, fora de casa, às 18h30, no sábado. Já o Brasil de Pelotas joga no mesmo dia, em casa, contra o Vila Novas, às 16 horas.

O JOGO

Sem vencer há duas rodadas, o Vasco entrou em campo com a sua liderança ameaçada. Talvez por conta disso, os cariocas conseguiram imprimir um bom ritmo no começo da partida. Aos quatro minutos, Rodrigo soltou a bomba em cobrança de falta e obrigou ao goleiro do Brasil de Pelotas, Müller, a fazer uma grande defesa.

O gol vascaíno saiu logo depois e com o principal jogador da equipe. Thalles dividiu pelo alto e escorou para Nenê. O camisa 10 da equipe da Colina avançou com a bola e tocou na saída do goleiro do time gaúcho, sem nenhuma chance de defesa, abrindo o placar para o Gigante.

Com a vantagem, o Gigante recuou e o Brasil de Pelotas criou boas chances de empatar antes do intervalo. As duas principais com o atacante Ramon. Na primeira, Weldinho evitou a saída de bola e cruzou para a área. A bola tocou em Luan e foi na direção do gol de Jordi, a bola tocou na trave e sobrou para Ramon. O jogador do Brasil tentou dominar, mesmo sem goleiro pela frente, e possibilitou a recuperação e o corte de Luan.

A outra chance perdida pelo jogador aconteceu já nos acréscimos do primeiro tempo. O atacante recebeu em boas condições, cara a cara, com Jordi, porém, a finalização não foi certeira e possibilitou a boa defesa do goleiro vascaíno.

O segundo tempo começou com um cenário parecido com que o primeiro terminou. O Vasco com poucas ações ofensivas e deixando espaços para o time do Brasil, que era muito perigoso e criava boas chances de empatar o duelo em São Januário.

Aos 18 minutos, um lance polêmico na Colina. Nenê recebeu a bola pela direita e cruzou, a bola tocou na mão direita de Renan Camilo. O árbitro marcou pênalti, mas ao consultar o auxiliar, acabou voltando atrás, gerando muita revolta nos jogadores vascaínos.

Só que aos 26 minutos, o Vasco conseguiu o gol para acalmar os ânimos e confirmar a vitória. Nenê cobrou falta ensaiada e Luan finalizou muito bem com o pé, sem chances de defesa para o goleiro Müller, deixando o Gigante em uma situação confortável na partida.

Com a vantagem ampliada, os cariocas conseguiram controlar a partida. O gol desanimou o Brasil de Pelotas que não conseguiu mais levar tanto perigo e com isso a vitória acabou mesmo ficando com a equipe da Colina.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 0 BRASIL

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Auxiliares: Fabio Pereira (TO) e Natal da Silva Ramos Júnior (TO)
Renda/público: 4.162 presentes/3.477 pagantes/R$ 112.005,00
Cartões amarelos: Madson, Nenê, Marcelo Mattos, Andrezinho, Rodrigo (VAS) e Weldinho, Washington, Marlon (BRA)

GOLS: Nenê 9’/1ºT (1-0) e Luan 26’/2ºT (2-0)

VASCO: Jordi, Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Henrique (Yago Pikachu 25’/2ºT), Andrezinho (Diguinho 47’/2ºT) e Nenê; Caio Monteiro (William Oliveira 25’/2ºT) e Thalles. Técnico: Zinho.

BRASIL: Luiz Muller, Weldinho, Leandro Camilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia e Diogo Oliveira (Nathan 34’/2ºT); Nem (Clébson 25’/2ºT) e Ramon (Nena 30’/2ºT). Técnico: Rogério Zimmermann.


TAG


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: