NITERÓI

Trilha Waimea no Parque da Cidade começa a ser revitalizada

banner

A queridinha de atletas de mountain bike e downhill começou a ganhar os primeiros retoques para receber os adeptos da adrenalina e esportes radicais. Durante os próximos três meses, uma das principais pistas de treinamento do estado do Rio de Janeiro, a trilha Waimea, que fica no Parque da Cidade, no Morro da Viração em Niterói, estará fechada, mas será por uma boa causa. Após a homologação, pela Prefeitura de Niterói, da empresa que executará a obra, já foi dado início as intervenções no local. Com orçamento de cerca de R$ 343 mil, a revitalização é considerada por atletas, de extrema importância e pode confirmar a pista, como uma das principais do País.

A revitalização do espaço faz parte de uma parceria entre o Ministério do Esporte, Prefeitura de Niterói através da Emusa e Caixa Econômica Federal.

É ali, dentro do Parque da Cidade, que a Waimeia se confunde a beleza do local, num Parque de cerca de 270 metros de altura entre os bairros de São Francisco e Piratininga. E em meio as 13 trilhas, turistas e praticantes de parapentes a Waimea, é uma das queridinhas dos desportistas de montan bike e dowmhill, e considerada uma das mais radicais.
Com percurso de 1,2 quilômetro ela começa bem próximo a rampa, área que já começa e receber intervenções. O parque tem cerca de 270 metros de altura e fica entre os bairros de São Francisco e Piratininga.

Oficialmente fechada para treinamentos à pista atenderá as reivindicações de muitos atletas e será reaberta com cinco novas rampas, muro de contenção e passarelas, desobstrução de espaços entre outras adaptações.

Para o presidente da Federação de Ciclistas do estado, que conta com mil atletas federados, Rodrigo Rocha, a revitalização vai estimular o alto nível de competições no local. “O Parque da Cidade já é um local de excelência pela beleza e tem uma particularidade diferenciada que atrai muitos atletas para treinos e competições, como a última etapa do estadual no ano passado, e esperamos que com isso a quantidade de eventos para o esporte aumente. Com certeza vai ser muito bom para os atletas competidores “avalia Rodrigo.

O administrador do Parque Alex Figueiredo acredita que a revitalização será boa para o esporte e para a cidade que poderá ainda, ganhar mais notoriedade através de uma atividade desse porte, mas também disseminando o conceito de preservação ambiental. “Teremos todo o cuidado na hora na revitalização da pista, que costuma ser muito utilizada diariamente não só por atletas, mas em competições”. A revitalização chegará junto com toda uma proposta de preservação do ecossistema e da própria pista “afirma Alex que acompanhou de perto as primeiras desobstruções de espaços, mantendo o conceito de preservação ambiental.

A revitalização da Waimea será beneficiada também com a nova sinalização turística que o Parque da Cidade ganhará, através do novo Projeto de Sinalização Turística no local que será possível graças a um convênio assinado pela Prefeitura de Niterói, através da Neltur(Niterói Empresa de Lazer e Turismo) com o Ministério do Turismo. Este projeto contemplará os principais atrativos da cidade, desde o Caminho Niemeyer até as praias oceânicas.

Além de rampas melhores, os atletas acreditam que a cidade poderá ter uma projeção internacional ainda maior com a trilha. A Waimeia já tem como recordista na pista, o atleta eslovaco Pilipe Polac.

“Outros atletas de fora também poderão vir para a cidade e isso é bom porque prestigia e fortalece o esporte. Nós temos a esperança de que com a pista ,o campeonato estadual possa ocorrer em Niterói este ano. Temos uma grande expectativa com relação a isto. Além de tudo a reforma vai tornar a pista mais segura, já que será uma trilha bem manejada, o que minimiza muito os riscos “destacou o atleta Rômulo Silva de 33 anos.

Como ele, o terceiro colocado no ranking estadual, o niteroiense Bruno Padilha de 35 anos, fala com conhecimento de causa sobre trilhas para mountain bike e praticantes de downhill já que compete em vários países. “Vai ser muito importante termos uma boa pista para nós que já somos veteranos e para também ajudarmos a incentivar a nova geração. Niterói tem a fama de ser celeiro de craques, e não é diferente neste esporte. Seremos melhores ainda com condições mais favoráveis.”

Posts Relacionados

A14ª Parada do Orgulho LGBTI acontece neste domingo em Niterói

REDAÇÃO

Polícia Militar para retirada de carros estacionados irregularmente no pátio do Ciep em Charitas

REDAÇÃO

Vereadores de Niterói discutem Plano Diretor

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais