DESTAQUE É NOTÍCIA NOTÍCIAS

Tribunal aceita pedido de exoneração de Sérgio Moro do cargo de juiz

banner

O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) aceitou nesta sexta-feira (16) o pedido de exoneração de Sérgio Moro do cargo de juiz federal. O ato terá vigência a partir da próxima segunda-feira (19).

Moro relatou no pedido que foi convidado para ser ministro da Justiça de Jair Bolsonaro (PSL) a partir de janeiro de 2019 e pediu o desconto de suas férias até a posse. “Houve quem reclamasse que eu, mesmo em férias, afastado da jurisdição e sem assumir cargo executivo, não poderia sequer participar do planejamento de ações do futuro governo”, disse Moro.

No documento, o juiz da operação Lava-Jato disse ainda que sente pesar por deixar a magistratura. “Destaco meu orgulho pessoal de ter exercido durante 22 anos o cargo de juiz federal e de ter integrado os quadros da Justiça Federal brasileira, verdadeira instituição republicana”, finalizou.

Após a publicação do edital, os juízes federais que desejarem concorrer à vaga de remoção têm o prazo de 10 dias para manifestação de interesse e três dias para desistência. Depois o processo é instruído e deve ter a duração de cerca de um mês.

O candidato deve ser escolhido de acordo com o critério da antiguidade. Primeiro leva-se em conta o tempo no cargo de juiz federal na 4ª Região. Depois, a antiguidade no exercício no cargo de juiz federal substituto na 4ª Região e, por fim, o critério de classificação no concurso público.

Posts Relacionados

Rodrigo Neves apresenta resultados do município em fórum cidades inovadoras,em fórum realizado em Washington, nos EUA

REDAÇÃO

Neymar se despede do elenco do Barcelona e anuncia saída

REDAÇÃO

Por 4 votos a 3, TSE rejeita cassação da chapa Dilma-Temer apesar das provas

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais