Home » NOTÍCIAS » CIDADES » UPP da Cidade de Deus é extinta

UPP da Cidade de Deus é extinta

A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Cidade de Deus, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio, será extinta, conforme resolução da Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (20). A Secretaria de Segurança vai criar duas companhias destacadas da Polícia Militar (PM) para atender a comunidade da região: uma na Cidade de Deus e outra na Praça Seca.

A reestruturação do sistema começou em maio, com a transformação das UPPs Batan e Vila Kennedy, na zona oeste, em companhias destacadas do 14º Batalhão da PM (Bangu), unidade responsável pela área onde estão localizadas as duas comunidades. A terceira UPP readequada foi a da Mangueirinha, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O realinhamento das UPPs está sendo conduzido junto ao Gabinete de Intervenção Federal, com base em diagnóstico iniciado pela PM no ano passado.

Por determinação do secretário de Segurança, Richard Nunes, o efetivo das UPPs desativadas será destinado a reforçar o policiamento ostensivo “com atuação na mancha criminal para coibir a criminalidade”. Segundo a secretaria, os programas sociais serão mantidos. Além disso, o realinhamento deve fortalecer a segurança das comunidades e contribuir para a melhoria das condições de trabalho dos policiais.

A Cidade de Deus já foi considerada uma das áreas mais perigosas do Rio. A região era um sub-bairro que pertencia a Jacarepaguá, mas, por decreto municipal, foi desmembrada e tornou-se oficialmente o bairro Cidade de Deus.

O bairro é cortado pela Linha Amarela, via expressa que liga a Barra da Tijuca à Ilha do Governador, no outro extremo da cidade, que dá acesso direto ao Aeroporto Internacional Galeão/Antonio Carlos Jobim. Quando há confronto entre a polícia e o crime organizado da Cidade de Deus, a Linha Amarela é fechada nos dois sentidos, por medida de segurança.

Com uma população em torno de 38 mil habitantes, a Cidade de Deus apresenta indicadores sociais entre os mais críticos da cidade, embora esteja situado na vizinhança de bairros considerados nobres, como a Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes. Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), no ano 2010, calculado pelo Instituto Pereira Passos, era de 0,751, o 113.º colocado entre 126 regiões analisadas no município do Rio de Janeiro.

Sobre Claudio de Figueiredo

DEIXE UMA RESPOSTA

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*