TEATRO MUNICIPAL RECEBE O ARRANCO DE VARSÓVIA

O Teatro Municipal de Niterói apresenta na quarta-feira, 14 de junho de 2017, às 19h, o grupo vocal Arranco de Varsóvia, que vai subir ao palco para mais uma edição do projeto Clássicos do Samba. Atualmente formado pelos músicos Paulo Malaguti Pauleira, Andréa Dutra, Cacala Carvalho e Elisa Queirós, o grupo vocal vai trazer o que há de melhor do Samba e da MPB, além de contar um pouco de sua história, numa apresentação que promete ser imperdível. Ingressos: R$ 30,00 (inteira), classificação indicativa livre.

Neste show, o quarteto será acompanhado por Domingos Teixeira (violão) e Felipe Tauil (percussão).

Arranco de Varsóvia

Vinte anos se passaram desde que uma insônia deixou o Pauleira acordado, lá no Japão, com “Quem me vê sorrindo”, de Cartola, martelando na cabeça, fazendo com que ele decidisse misturar samba e vocal. Na volta, convocou o também instrumentista e arranjador Muri Costa e as cantoras Eveline Hecker, Soraya Ravenle e Rita Peixoto, nesta ordem, para formar o Arranco de Varsóvia.

Prepararam e ensaiaram os primeiros oito arranjos e foram logo mostrar pra Beth Carvalho, que abençoou tudo e virou dinda imediata, aproveitando para indicar pérolas de repertório que colheu com seu faro fino. O Arranco estreou em disco em 1997, com Quem é de sambar, logo seguido pelo Samba de Cartola, que ganhou prêmio d’O Globo de melhor disco do ano de 1998.

Em 2001, o time feminino foi substituído por Andrea Dutra, Elisa Queirós e Cacala Carvalho, escolhidas entre 80 candidatas. Com a nova formação, o Arranco entrou em estúdio para gravar Na cadência do samba, que misturou duas inéditas de Dorival Caymmi, pérolas do pagode de Arlindo Cruz e Pixinguinha. O disco ganhou o Premio Tim 2006 de Melhor grupo de samba e encerrou a trilogia com a Dubas.

Em 2010, o Arranco lançou o combo CD/DVD Pãozinho de Açúcar – Arranco de Varsóvia canta Martinho da Vila, gravado ao vivo no Teatro FECAP, em São Paulo, com a participação do Martinho e do Nelson Sargento, velho amigo do conjunto. Logo após o lançamento do Pãozinho, Muri Costa saiu do conjunto, que decidiu permanecer quarteto.

Nessa nova fase, o Arranco começou a paquerar outras vertentes do samba, misturando linguagens e elementos de outras praias sonoras. O resultado do namoro pode ser degustado no CD Na panela pra dançar, lançado em 2014, pela Mills Records, com músicas de Lenine, Egberto Gismonti, Sérgio Santos e inéditas do Pauleira, que agora assume todos os arranjos.

O grupo participou ainda de CDs de vários artistas, incluindo Hermínio Bello de Carvalho, Fátima Guedes e Bloco Carnavalesco “Simpatia é Quase Amor”, entre outros.

Nesses 20 anos, muita coisa se transformou. Mas há exatos 14 anos o grupo se reúne, impreterivelmente, toda segunda-feira à noite, para ensaiar, ouvir música, conversar, chorar mágoas, tomar cafezinho, planejar, contar piadas e manter acesa a chama a amizade e desse raro e feliz casamento que continua cheio de samba e amor pra dar e vender, por muitos e muitos anos.

Serviço

Teatro Municipal recebe Arranco de Varsóvia
Data: Quarta-feira, 14 de junho de 2017
Horário: 19h
Duração: 80min
Ingresso: R$ 30,00 (inteira)
Classificação indicativa: Livre

Local: Teatro Municipal de Niterói
Endreço: Rua Quinze de Novembro, 35
Tel: (21) 2620-1624




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: