Sob pressão no Flamengo, Guerrero pode se transferir para a China

O centroavante Guerrero parece distante da Gávea. Seja no semblante ou no desempenho em campo, o peruano transparece desânimo com o mau momento recente no clube carioca. E a pressão sofrida nos bastidores pode até tirá-lo do Flamengo na próxima janela de transferências. Segundo apurou o UOL, o destino preferido do estafe do camisa 9 é o futebol chinês. A Copa América Centenário, inclusive, é uma espécie de atalho para isso.

O atacante foi a principal contratação do time rubro-negro após Ronaldinho Gaúcho. Salários mensais de R$ 650 mil, luvas milionárias e vínculo até 2018. O início, há cerca de um ano, foi promissor, mas a queda de rendimento o colocou em rota de colisão com a torcida. Conselheiros e correntes de oposição da Gávea passaram a exigir com frequência a negociação.

A justificativa envolve alívio nos cofres e espaço no elenco para jogadores com maior identificação. Sabedores do panorama delicado, os representantes de Guerrero buscam alternativas para o futuro. Um ponto que facilita a transferência está na queda da multa contratual a partir de julho –de R$ 77 milhões para R$ 25 milhões. Os profissionais trabalham o mercado chinês há alguns meses em parceria com um empresário detentor de grande histórico de transferências à Ásia.

A performance recente de Guerrero não tem ajudado e a participação com destaque na Copa América Centenário pode funcionar quase como um “passaporte chinês”. O perfil de negócios do país tem mudado e a busca primordial agora engloba jogadores midiáticos e de primeira linha. O peruano preenche os requisitos, mas precisa mostrar-se capaz de fazer a diferença em campo. É o que emissários chineses estão observando nos Estados Unidos.

Guerrero disputou 39 jogos oficiais pelo Flamengo. Foram 13 gols marcados e 20 cartões recebidos –19 amarelos e um vermelho. O departamento de futebol ainda espera o peruano no clube após a Copa América.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: