CONVERSA COM A FONTE

Sérgio Moro e advogados de Lula discutem durante audiência. Assista ao vídeo

banner

 
Durante a tarde dessa segunda-feira (21), o juiz federal responsável pela operação Lava Jato, Sérgio Moro, e os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, travaram uma verdadeira “batalha” durante a audiência do ex-senador Delcídio do Amaral. O clima ficou tenso e houve uma ‘acalorada discussão’ entre o comandante da operação Lava Jato e os advogados do ex-presidente que, a todo o momento, tentavam questionar a forma com que o juiz conduzia a audiência.
A sessão do dia tratava da ação penal da qual Lula se tornou réu. E o itinerário, organizado pelo Ministério Público Federal, tratava de ouvir as testemunhas de acusação no processo. E o ex-líder do Partidos dos Trabalhadores no Senado, Delcídio do Amaral seria a primeira testemunha a ser ouvida.
Mas os advogados de Lula, a todo o momento da audiência, faziam questão de fugir do escopo do processo. Por diversas vezes, os advogados questionavam a “relevância” das perguntas que estavam sendo feitas pelos promotores do Ministério Público Federal. Além de questionar as perguntas que estavam sendo feitas a Delcídio, os advogados também interrompiam a testemunha (Delcídio), afirmando que ele respondia às perguntas com base em suposições e não em fatos claros e objetivos.

 A interrupção foi tamanha que Sérgio Moro teve que intervir, e questionar a atitude dos advogados.

“Pelo jeito a defesa vai ficar levantando questão de ordem a cada dois minutos? É uma atitude inapropriada”, afirmou Moro se dirigindo diretamente aos advogados.
“Pode até ser inapropriado, mas é perfeitamente jurídico e legal. Afinal de contas, o juiz não é dono do processo”, rebateu um dos advogados de Lula.

Moro teve que interromper a audiência

As interrupções foram tantas que Sérgio Moro teve que interromper a audiência para controlar os ânimos dos advogados. Moro afirmou que a intenção dos advogados era a de “tumultuar” a todo o momento a audiência. Ele ainda afirmou que os advogados estavam atrapalhando o trabalho do Ministério Público na produção de provas. Mesmo interrompendo o interrogatório, os advogados continuavam a levantar questões e Moro então teve que tomar uma atitude drástica.
“Não, não, isso já é tumulto processual. Cortem a gravação e está indeferido a palavra, podem cortar a gravação”.
Assista ao vídeo do áudio da “acalorada” discussão entre Sérgio Moro e os advogados de Lula na audiência realizada nessa segunda-feira (21).

Related posts

Cerca de 38 milhões de pessoas são portadoras do vírus HIV em todo o planeta

REDAÇÃO

Ministro da Justiça se reúne com secretários de segurança dos estados

REDAÇÃO

2 comments

Vicente Luiz Cantini 16/01/2017 at 20:29

Prezados, porque requentar matéria de 21.11.16?

Redação 17/01/2017 at 16:44

Prezado Vicente,
Boa tarde.
Primeiramente agradecemos a crítica a matéria.
Estamos alterando o nosso layout, e por um erro a versão de teste com as modificações a serem introduzidas, foi liberada para leitura.
Já tomamos providencias para alterar esta versão.
Agradecemos o seu olhar atento.
Um abraço
Claudio Figueiredo

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais