Seleção Brasileira mostra fome de gols contra a Austrália

A Seleção Brasileira esqueceu a Argentina, voltou a campo na manhã desta terça-feira, e reencontrou a vitória ao bater a Austrália por 4 a 0, em amistoso em Melbourne, e engatou o seu décimo triunfo com treinador. Apesar do confronto não ter valido muita coisa no ponto de vista de pontos ou disputa oficial, o jogo contra os australianos mostrou a fome de gol dos brasileiros.

Com um time totalmente modificado em relação ao confronto contra os australianos, o Brasil enfrentou a equipe que irá participar da Copa das Confederações a partir do próximo fim de semana, e começou abrindo o placar com segundos de jogo, aproveitando erro na saída de bola australiana e marcando com Diego Souza – que substituiu o lesionado Gabriel Jesus – mostrando que atuou confortavelmente como centroavante e aproveitou a oportunidade.

Fazer o gol logo deu indícios de que um atropelo surgiria com o passar do tempo em Melbourne. Mas o Brasil  teve bastantes dificuldades para chegar, insistindo principalmente nas jogadas pelo meio do que pelos lados. Porém, a Austrália também não ofereceu perigo a meta de Diego Alves. Mais uma vez, a zaga brasileira mostrou segurança, desta vez com Thiago Silva e Rodrigo Caio, com destaque para o zagueiro do PSG, que foi e passou segurança para os companheiros.

De uma forma geral, no confronto com a Austrália e com uma equipe diferente, o Brasil teve alguns problemas de entrosamento, mas nada que impediu mais um bom desempenho da seleção de Tite. Enfrentar uma equipe que vai disputar o campeonato mais importante antes da Copa do Mundo, sempre é bom teste, ainda que não seja um time franco favorito. O desempenho melhorou quando o treinador fez modificações e colocou jogadores rápidos como Taison e Willian, que entraram com “fome” e, o placar se alargou.

Se no jogo contra a Argentina o Brasil parou na trave nas poucas oportunidades que criou, diante da Austrália os treinos de finalização surtiram efeito e outro dado também chamou atenção: os gols de cabeça com as boas presenças na área de Thiago Silva e Diego Souza, além do tento de Taison – visivelmente emocionado na comemoração após receber grande assistência de Paulinho.

Foram dois bons testes que a Seleção Brasileira pode fazer na Austrália, mesmo tendo saído derrotado de um deles e visto sua invencibilidade cair. Mas não porque atuou mal, mas sim porque premissa do futebol se baseia em bola na rede e, às vezes, isso não acontece. Porém, nesta terça-feira, o grupo brasileiro mostrou poder de reação e a fome de gols que não pode e não deve se perder, além dos jogadores testados por Tite terem aproveitado a chance e agora criam uma boa dor de cabeça ao técnico.

Próximos jogos

A Seleção Brasileira volta a campo no dia 31 de agosto, quando enfrenta o Equador pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018, em Porto Alegre, com horário ainda ser definido. Depois, o elenco comandado por Tite terá pela frente a Colômbia, fora de casa.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: