Seedorf brilha e Botafogo dorme na liderança

09Os problemas extra-campo do Botafogo não parecem estar afetando a equipe. Neste sábado, o Glorioso derrotou a Ponte Preta, fora de casa, por 2 a 0, e vai dormir na liderança do Brasileirão. Se os resultados da rodada ajudaram, o Botafogo pode passar as “férias” para a Copa das Confederações na mordomia do primeiro lugar.

Os gols da vitória foram marcados todos no primeiro tempo, por Seedorf e Antônio Carlos. O Alvinegro do Rio de Janeiro chegou aos 10 pontos, isolado em primeiro. Já a Macaca vive situação oposta: com apenas três pontos em cinco rodadas, a Ponte está na 17ª colocação e pode terminar a rodada em posição ainda pior. Esta foi a terceira derrota consecutiva do time do interior paulista.

O jogo

O primeiro tempo até começou equilibrado, mas aos poucos o Botafogo foi tomando conta. Trocando muitos passes e mantendo a posse de bola, o time evitou que a Macaca chegasse muito perto da meta defendida por Renan.

Algo que chamou muita atenção foi a violência. O árbitro Claudio Lins parecia perdido e não conseguia conter o excesso de vontade dos jogadores, especialmente da Ponte Preta. O holandês Seedorf foi o principal alvo, recebendo bordoadas em sequência. A partida ameaçou ficar quente, mas o primeiro gol do Botafogo serviu para acalmar os ânimos dos visitantes.

E foi um senhor gol! Talvez para premiar a coletividade da equipe, o gol saiu de uma belíssima troca de passes de primeira. Lucas cobrou um lateral rápido para Felly Gabriel, que, de primeira, deu uma chaleira no marcador e acionou Rafael Marques com o calcanhar. De cabeça, o atacante serviu Seeford, que completou – também no primeiro toque. Uma pintura.

A Ponte se perdeu então, e facilitou a vida dos alvinegros, que conseguiram ampliar apenas cinco minutos depois. O craque holandês cobrou escanteio, Bolívar desviou no segundo pau e Antônio Carlos, sozinho, marcou: 2 a 0.

A felicidade só não foi completa porque o zagueiro se machucou poucos minutos depois de teve de ser substituído por André Bahia.

Na etapa seguinte, o Botafogo voltou mais desatento, e foi a vez da Ponte Preta tomar conta. Sem outra opção, a Macaca se lançou ao ataque e pressionou o máximo que pode. Não foi capaz, entretanto, de furar a defesa alvinegra.

Apesar da pressão e dos muitos erros de passe do Botafogo, que parecia cansado, foi o visitante de novo quem esteve mais perto de marcar. Aos 33 da etapa final, Vitinho teve um chute perigosíssimo defendido pelo goleiro Roberto. Pouco depois o atacante teve mais uma oportunidade, e acertou o travessão.

Nos minutos finais, a Ponte também cansou. Oswaldo colocou em campo o lateral Lima no lugar de Vitinho para segurar Cicinho, e isso pareceu acabar com o último ímpeto dos donos da casa. Lima ainda teve uma chance de deixar o seu logo na primeira jogada, depois de Seedorf roubar a bola no meio-campo e achá-lo livre na ponta esquerda. A bola desviou no zagueiro e saiu em escanteio.

Os dois times voltam a campo no dia 7 de julho. O Boitafogo tem o clássico contra o Fluminense, que deve ser no Mané Garrincha, em Brasília, enquanto a Macaca visita o Náutico.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: