São Paulo atropela o Vasco no Morumbi e encaminha classificação à semifinal

Capturar1Em noite de Alexandre Pato no Estádio do Morumbi nesta quarta-feira, o São Paulo não teve trabalho para vencer o Vasco da Gama, penúltimo colocado da Série A. Com dois gols do camisa 11 e mais um de Luis Fabiano, o time tricolor atropelou por 3 a 0 e conquistou vantagem importante para o duelo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

Com dois gols de Pato ainda no primeiro tempo e um de Luis Fabiano no fim, a equipe da casa ainda poderia ter vencido por um placar mais elástico e praticamente selado a classificação. Mas Michel Bastos perdeu chance clara no fim da etapa inicial, e o próprio Luis Fabiano desperdiçou mais uma depois. Assim, o 3 a 0 a favor do time tricolor ficou de bom tamanho.

Agora, o São Paulo viaja a São Januário na próxima quarta-feira podendo perder por até três gols de diferença – desde que balance as redes ao menos uma vez – que se classifica às semifinais da Copa do Brasil. O Vasco, por sua vez, avança com uma vitória por quatro tentos – um 3 a 0 para os cruzmaltinos leva o jogo aos pênaltis.

Antes disso, por outro lado, as duas equipes têm duelos extremamente difíceis no domingo. Enquanto o clube tricolor vai fazer o clássico paulista da rodada contra o Palmeiras, no Morumbi, em jogo que vale vaga no G-4 do Brasileirão, o Vasco encara o arquirrival Flamengo no Maracanã para seguir na luta contra o rebaixamento.

O ponto negativo da noite, entretanto, aconteceu logo após o terceiro gol tricolor. Luis Fabiano caiu no chão depois de uma dividida e deixou o gramado do Morumbi de maca, com dores, e foi enviado direto para o hospital em uma ambulância com suspeita de fratura na costela.

O jogo no Morumbi

Aproveitando o fator casa, o São Paulo começou melhor e quase não tomou conhecimento do Vasco na primeira etapa. O placar foi aberto aos 26 minutos, em golaço de Alexandre Pato, o 3000º gol do time tricolor no Morumbi.

O jogador aproveitou roubada de bola tricolor no meio de campo, avançou e experimentou de muito longe, a 30 metros do gol de Martín Silva, e acertou no ângulo.

Dez minutos depois, o meia Paulo Henrique Ganso viu uma abertura na defesa vascaína e deixou Luiz Fabiano sozinho na grande área. O camisa 9 dividiu com o goleiro cruzmaltino e viu a bola sobrar espirrada nos pés de Alexandre Pato, que bateu com efeito, de esquerda, encontrando a meta do Vasco aberta para ampliar o marcador.

O time carioca sentiu os dois tentos sofridos e quase abriu a porteira. Logo na saída de bola, perdeu a bola para o ataque são-paulino em falha de Rafael Vaz e entregou de graça para Luis Fabiano. O centroavante achou Michel Bastos correndo pela direita totalmente livre, mas o camisa 7 desperdiçou uma chance clara de gol, ao chutar na saída de Martín Silva.

O São Paulo continuou melhor na etapa final, mas só não fez o terceiro por chance incrível perdida por Luis Fabiano. No lance, Michel Bastos olhou para a área, viu o camisa 9 antecipar a marcação e lançou. O centroavante dominou, tirou de Luan, ficou cara a cara com o goleiro do Vasco e tocou com categoria de esquerda, mas a bola passou caprichosa para fora.

Logo na sequência, o lance mais perigoso do Vasco em toda a partida só não terminou em gol por pura desatenção. Após um cruzamento na área tricolor, Rodrigo Caio furou, deixou a bola passar por ele com tudo nos pés de Bruno Gallo, completamente sozinho e de frente para o gol de Ceni. Mas o volante não esperava e perdeu a maior chance cruzmaltina do duelo.

Aos 30, o gol para fechar o placar no Morumbi. Wilder, que entrou no lugar de Alexandre Pato pouco antes, fez bela jogada pela direita, colocou Madson para dançar e cruzou na área com perfeição. Ganso furou, mas Luis Fabiano mergulhou de peixinho do lado esquerdo e escorou para o fundo da rede de Martín Silva, dando números finais ao duelo.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 3 X 0 VASCO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 23 de setembro de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Público: 23.326
Renda: R$ 733.059,00
Cartões amarelos: Rodrigo (Vasco)
GOLS: SÃO PAULO: Alexandre Pato, aos 26 e aos 36 minutos do primeiro tempo, e Luis Fabiano, aos 30 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Bruno (Wesley), Rodrigo Caio, Lucão e Carlinhos (Reinaldo); Breno, Thiago Mendes, Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato (Wilder) e Luis Fabiano
Técnico: Juan Carlos Osorio

VASCO: Martin Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Rafael Vaz (Julio dos Santos), Serginho, Bruno Gallo (Thalles), Andrezinho e Nenê; Herrera (Riascos)
Técnico: Jorginho




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: