Santos 1 x 2 Botafogo: Elias marca dois e Botafogo mantêm caça ao líder Cruzeiro

00O Botafogo segue colado no líder Cruzeiro, quatro pontos atrás e na próxima quarta-feira poderá tirar mais três desta diferença, pois enfrenta o principal rival na conquista ao título do Brasileirão. Contra o Santos, o time carioca controlou a partida e embora tenha sofrido uma pressão inicial, teve calma para construir o placar em um bom jogo na Vila Belmiro.

Com dois gols do atacante Elias, um no primeiro e outro no segundo tempo, o Botafogo venceu mais uma e não deixou o Cruzeiro se distanciar na tabela. É quarta rodada seguida em que Botafogo e Cruzeiro vencem juntos.

Com a vitória, o Botafogo, 42 pontos, fica há apenas quatro do líder Cruzeiro, que tem 46. Na próxima rodada, quarta-feira, o time carioca pega exatamente a Raposa, no Mineirão, às 21h50. No mesmo dia, o Santos pega o Grêmio, na Arena, às 19h30.

O jogo

As equipes treinadas por Oswaldo de Oliveira e Claudinei Oliveira fizeram um bom jogo desde o primeiro apito do árbitro. Com muito espaço, velocidade e chances para os dois lados, o primeiro tempo foi repleto de boas jogadas.

Era lá e cá. O Santos nos 10 minutos iniciais, por estar em casa, na Vila Belmiro, tomava a iniciativa da partida, mas ambos times, que contam com atacantes rápidos, souberam utilizar os contra-ataques.

Aos 39 minutos. Julio Cesar apareceu bem na esquerda e cruzou na área. Rafael Marques cabeceou, mas Aranha salvou e no rebote, Elias completou. Típico gol de centroavente.

No final do primeiro tempo, após o gol e na etapa complementar, o Botafogo começou melhor, administrando a partida e utilizando muito bem os contra-ataques e a qualidade técnica do experiente camisa 10 Seedorf e da velocidade do jovem Hyuri.

E tamanha determinação e organização tática rendeu frutos. Aos 12 minutos do segundo tempo, Renato abriu na direita para Hyuri, que cruzou na medida para Elias ampliar para os botafoguenses.

Cícero, aos 22, ainda descontaria para o Santos e com um lindo gol. Um golaço de fora da área, de esquerda, em que a bola foi a quase 128km/h. O goleiro Jefferson nem viu a bola entrar. No lance, o jovem Gabriel, conhecido como Gabigol, ainda se abaixou e a bola desviou dele. Se a bola acerta o jogador, evitaria o gol santista e possivelmente o nocautearia.

Edílson, em cobrança de falta, ainda acertou o travessão do Santos, mas o Botafogo administrou a boa vantagem construída com os dois gols de Elias e manteve o resultado até o final da partida, garantindo os valiosos 3 pontos no Brasileirão.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: