ESPORTE FLAMENGO

Ricardo Lomba lança candidatura à presidência do Flamengo e mostra ideias para o futebol

banner
Atual vice-presidente será o candidato da situação, no entanto, Bandeira de Mello não participou do evento

Oficialmente Ricardo Lomba irá concorrer as eleições no Flamengo, o vice-presidente de futebol lançou a candidatura nesta terça-feira(18), no Rio de Janeiro. Sem a presença de Bandeira de Mello, o dirigente concedeu entrevista coletiva e também falou da atual situação da equipe.

Lomba não falou sobre nomes que vão compor a chapa, apenas lançou a sua candidatura. No entanto, ficou um ar de que o atual vice-presidente, candidato da situação, não conta com muito apoio no clube.

“Muito do futebol depende de resultado. Costumo dizer, nenhum funcionário do Flamengo tem cargo vitalício ali. Estão integrados no ambiente do departamento de futebol. Pregamos profissionalismo e isso sugere entrega de resultado. Enquanto derem resultado, permanecem com a gente. Quando entendermos que não estão atendendo às expectativas, poderão ser trocados. Em relação aos nomes, peco que aguardem um pouco. É uma apresentação da candidatura, não da chapa. Quando todos estiverem, podemos bater um papo longo sobre isso”.

Ricardo Lomba também tocou no assunto mais importante, as propostas para o futebol. O vice-presidente mostrou que acredita no trabalho que vem sendo feito.

“Vamos procurar manter o que estamos fazendo. Passamos o vídeo do novo módulo do CT, que dá um salto de qualidade no futebol brasileiro. Temos que investir cada vez mais em estrutura para jogadores terem todo o conforto e equipamentos ideais. Temos que investir muito também na base, que já estamos fazendo. Temos muito orgulho da frase “Craque o Flamengo faz em casa”. Devemos continuar investindo muito nisso”.

“Também vamos investir no nosso Centro Inteligência e Mercado, na parte de psicologia do profissional e na base. Se a gente continuar no ritmo que estamos, dando prosseguimento, muito em breve vamos colher frutos disso. Espero que a gente consiga colher ainda este ano com título da Copa do Brasil e Brasileiro”.

“Eu penso que o resultado financeiro do Maracanã não pode ser o objetivo principal. Penso que, se o Maracanã estiver lotado e o Flamengo não tiver um real de lucro, atingiu o objetivo para mim. Quero o Maracanã cheio apoiando o time, sendo 12º jogador. Em dado momento, essa precificação pode ter sido errada. Precisávamos de fonte de receita. Hoje melhoramos e evoluímos. Temos precificação que faz com que o torcedor vá ao Maracanã, participe do espetáculo e ajude o time. Esse é o objetivo: que o torcedor vá ao estádio e apoie o time”.

Estádio

Questão de suma importância. Tivemos, inclusive, reunião do conselho diretor nessa gestão dedicado a este assunto. O que temos em mente é que, tão logo, se sairmos vencedores na eleição, que a gente rapidamente tome decisão definitiva dos rumos a seguir. Temos duas opções, até uma terceira com a própria Gávea. Mas isso é uma discussão que se arrasta há muito tempo. Nunca tivemos uma definição.

A questão do Maracanã é difícil, tem relacionamento com o governo. Recentemente tivemos cancelamento da concessão, caso não haja recurso, essa concessão se encerra. Daí surge uma possibilidade. Não sabemos o rumo, mas surge uma possibilidade de abrir uma negociação para vermos se temos condição de assumir. É um estádio identificado com o Flamengo. É desejo nosso. Se pudermos pegar o Maracanã, seria interessante para a gente.

Se não conseguirmos evoluir nesse cenário, vamos sim partir para a compra de um terreno e construir estádio novo. Temos que tomar uma decisão o mais rápido possível.

Related posts

Grêmio bate o Flamengo no final do jogo : Veja os gols

REDAÇÃO

Com gol de Elias, Flamengo consegue classificação em jogaço

REDAÇÃO

Atlético-MG 2 x 2 Botafogo: alvinegros fazem grande segundo tempo, e Bota fica com a vaga

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais