full screen background image




Prefeitura de SG cancela desfile das escolas de samba

Após a Secretaria do Governo anunciar o cancelamento do carnaval na cidade gonçalense, os Presidentes e Líderes das escolas de Samba de São Gonçalo se reuniram na noite desta terça-feira (12), em uma reunião na qual discutiram sobre essa decisão que abalou toda a estrutura carnavalesca gonçalense.

Eles querem o direito de ter carnaval na cidade de São Gonçalo e lutam por uma liminar requerendo esse direito, pois as escolas já estavam se preparando para desfilar desdo ano passado, e investiram em fantasias etc.

Os representantes das escolas farão um “sambaço” hoje, em frente à Prefeitura, com concentração às 10 horas, na Praça Zé Garoto. O anúncio ocorreu em uma reunião na sede da União das Escolas de Samba de São Gonçalo, na última segunda-feira.
“Recebemos informação de Alex Santos, responsável na Secretaria de Governo, Comunicação e Posturas, pelo repasse da subvenção, de que os desfiles seriam cancelados e o carnaval de rua reduzido para cerca de dez bairros. Soubemos ainda que a Prefeitura traria agremiações de fora da cidade para se apresentarem aqui. Isso é um absurdo. Sabemos da crise, mas, o Carnaval não poderia ser cancelado há três semanas do evento. Os presidentes das escolas pediram empréstimos e usaram o cartão de crédito. Estão endividados. O cancelamento teria que ser feito com maior antecedência. Vamos fazer o ato para ter um posicionamento oficial do governo”, informou Ubiratan Rodrigues, presidente da Uesg, acrescentando que a subvenção da Unidos do Porto da Pedra, que desfila no Grupo de Acesso no Rio de Janeiro, está garantida.

 

Os presidentes e líderes das escolas de samba de São Gonçalo vão fazer uma manifestação ainda essa semana para reivindicar o carnaval na cidade.




%d blogueiros gostam disto: