Portuguesa 0 x 0 Flamengo: Equipes não saem do 0 e seguem estacionadas no meio da tabela

00Em jogo tecnicamente muito ruim, Portuguesa e Flamengo empataram sem gols no Castelão, em Fortaleza. Visando uma arrecadação maior como mandante, a Portuguesa optou por disputar a partida no Nordeste, onde o Flamengo tem grande torcida. Como esperado a maior parte do estádio apoiava o time carioca: mais de 22 mil torcedores estiveram presentes.

Os torcedores no entanto tiveram poucas emoções. O Flamengo mandou uma bola no travessão com Hernane no 2º tempo, e os dois times reclamaram de pênaltis não marcados pela arbitragem.

Como o resultado o Flamengo mantém a 11ª posição, com 41 pontos. A Portuguesa segue em 13º, com 39 pontos, 6 a mais que a Ponte Preta abre a zona de rebaixamento com 33 pontos.

Na próxima rodada do Brasileirão Flamengo encara o Fluminense no Maracanã domingo, às 19h30. No meio de semana o rubro-negro enfrenta o Goiás pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, quarta-feira no Serra Dourada. Já a Portuguesa visita o São Paulo no sábado, às 19h30, em estádio ainda a ser decidido pelo tricolor paulista.

1º tempo: Flamengo reclama de pênalti não marcado

Na ensolarada Fortaleza, Portuguesa e Flamengo fizeram um primeiro tempo muito ruim, com nenhuma real oportunidade de gol.

A primeira chance em gol saiu apenas aos 33 minutos, quando Bruno Henrique chutou cruzado da direita. A bola sai ao lado da trave do gol de Felipe, que acompanhava a jogada.

O Flamengo arriscou pela primeira vez aos 36 minutos, através de finalização de longa distância de João Paulo, que chutou com efeito da intermediária. A bola quicou, obrigando Lauro a espalmar para escanteio.

Aos 39 minutos o lance mais polêmico da partida. Hernane recebe cruzamento da esquerda, e, após bate-rebate o atacante é puxado por Lima na pequena área. Pênalti não marcado pela arbitragem, para protesto da torcida rubro-negra.

2º tempo: Hernane manda no travessão

As equipes voltaram para a segunda etapa mais determinadas, e partindo para o ataque. O equilibro se manteve, com a Portuguesa atacando especialmente nos contra-ataques em velocidade. O Flamengo dominou a maior posse de bola, mas esbarrava na marcação acirrada da Lusa.

A primeira boa chance foi do Flamengo, que aos 6 minutos viu André Santos perder gol incrível após cruzamento rasteiro da direita. A finalização saiu torta, mesmo sem o lateral estar pressionado por algum marcador.

Outro pênalti não apontado pela arbitragem aconteceu aos 14 minutos, só que dessa vez para a Portuguesa. O meia Souza cobrou falta da intermediária, e, ao tentar encobrir a barreira, André Santos desviou a bola com a mão. A barreira estava posicionada dentro da grande área, e o árbitro não viu uma nova penalidade.

No minuto seguinte a Lusa seguiu no ataque e Bryan cruzou pela esquerda, a bola desviou na zaga rubro-negra e obrigou Felipe a fazer defesa segura. A Lusa se aproveitou de seu melhor momento no jogo, e, aos 22, em contra ataque em velocidade Gilberto recebeu pela esquerda em profundidade e chutou cruzado obrigando Felipe a fazer ótima defesa por baixo.

O Flamengo respondeu dois minutos. Paulinho chutou da meia lua e a zaga da Lusa cortou para escanteio. Após cobrança de escanteio Hernane e Lima dividiram pelo alto e a bola bateu no travessão da Lusa, na melhor oportunidade da partida.

O Flamengo tentou imprimir velocidade lançando os jovens Rafinha e Diego Silva, mas a Lusa seguiu segura na marcação. A última boa chance na partida foi da equipe paulista, que hoje jogou toda de cinza: aos 43 minutos Luiz Ricardo cruzou para cabeçada de Henrique, que ganhou pelo alto no meio da zaga, mas mandou direto nas mãos de Felipe. Placar justo e empate sem brilho das equipes que seguem na parte debaixo da tabela de classificação.

Escalações
PORTUGUESA: Lauro; Luis Ricardo, Lima, Valdomiro e Bryan; Willian Arão, Bruno Henrique, Moisés (Henrique) e Souza (Héverton); Bergson (Wanderson) e Gilberto.

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Wallace, González e João Paulo; Amaral, Luiz Antonio (Diego Silva), Elias e André Santos (Rafinha); Paulinho e Hernane.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: