Polícia Civil faz perícia para investigar agressões a Garotinho em cela

A Polícia Civil realiza nesta quarta-feira (29) uma perícia na cela onde esteve o ex-governador Anthony Garotinho, na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte do Rio. A investigação tem como base declarações do ex-governador de que teria sofrido agressões na madrugada de quarta-feira (22) para quinta-feira (23) da semana passada.

Ainda nesta quarta-feira (29), Garotinho, que logo após o episódio foi transferido para o presídio de segurança máxima Bangu 8, na Zona Oeste, fará o retrato falado do suposto agressor. O exame de corpo de delito já havia apontado lesões corporais no pé e no joelho do ex-governador.

Nesta terça-feira (28), o procurador-geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, encaminhou ofício ao secretário de Estado de Administração Penitenciária, Erir Ribeiro, requisitando imagens de vídeo gravadas pelas câmeras instaladas na galeria B da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica.

O pedido especifica o período entre 20h do dia 23 de novembro às 6h do dia 24 de novembro, horário em que Garotinho diz ter sido agredido por agentes penitenciários.

No documento, Gussem esclarece que o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) recebeu informações de possível edição das imagens disponibilizadas pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: