Palmeiras derrota o Fluminense

Com um golaço do lateral-esquerdo Egídio, o Palmeiras venceu sua segunda partida consecutiva no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (24), o Verdão foi muito superior ao Fluminense, mesmo atuando no Maracanã, e venceu por 1 a 0 em jogo válido pela 25ª rodada do torneio.

O Palmeiras foi o dono do jogo no primeiro tempo. Com Moisés, Dudu, Willian e Deyverson se movimentando muito, o setor ofensivo do Verdão praticamente não tinha posição fixa e deu muito trabalho para a dupla de zaga do Fluminense, formada por Nogueira e Frazan, de apenas 22 e 21 anos, respectivamente.

A principal jogada do ataque palestrino lembrou os tempos de Cuca no Atlético-MG, em 2013. Repetindo jogada de Jô, Bernard e Diego Tardelli, o Palmeiras abusou dos lançamentos para a cabeça de Deyverson, que desviou diversas bolas para que Willian e Dudu avançassem sem marcação. No momento seguinte, porém, os palmeirenses mostraram preciosismo e ineficiência na finalização.

Com o claro domínio alviverde, a jovem equipe do Fluminense tentou equilibrar a partida com jogadas ríspidas na marcação. Logo, Júlio César e Lucas foram amarelados pelo árbitro Anderson Daronco, que ainda deixou passar uma advertência ao lateral Léo, que cometeu cinco faltas na etapa inicial.

Se com a bola o Palmeiras presava pela movimentação, sem a posse o Verdão optava pela compactação defensiva. Marcando apenas a partir da linha de meio-campo, os visitantes deixavam a linha de defesa do Fluminense tocar a bola sem objetivo até forçar um passe para o ataque, onde o Alviverde dobrava a marcação e recuperava a jogada.

Quando parecia que o Palestra iria desperdiçar o bom primeiro tempo, a equipe de Cuca chegou ao gol de forma improvável. Aos 41 minutos, em contra-ataque bem construído a partir de um desvio de Deyverson, Willian rolou para Moisés, que arriscou o chute. A bola bateu na zaga e ficou com Egídio, que mandou e três dedos, de fora da área, no ângulo de Julio César para anotar um golaço.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 x 1 PALMEIRAS

FLUMINENSE – Júlio César; Lucas, Nogueira, Frazan e Léo; Orejuela (Marlon Freitas), Wendel, Douglas (Sornoza), Gustavo Scarpa e Robinho (Wellington Silva); Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

PALMEIRAS – Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Jean (Thiago Santos), Tchê Tchê e Moisés; Dudu, Deyverson (Róger Guedes) e Willian (Borja). Técnico: Cuca.

GOL – Egídio, aos 41 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Anderson Daronco (Fifa/RS).

CARTÕES AMARELOS – Lucas e Nogueira (Fluminense); Edu Dracena e Egídio (Palmeiras)

RENDA – R$ 353.660.

PÚBLICO – 11.208 pagantes (13.145 total).

LOCAL – Maracanã.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: