DESTAQUE NITERÓI

Ônibus elétricos será discutido em audiência pública

banner

Será realizada na próxima segunda (27), às 11h, no auditório da Fundação Municipal de Educação, uma audiência pública para discutir a compra dos ônibus elétricos que serão utilizados no corredor BHS (Bus with High Level of Service) da TransOceânica. De acordo com o edital, serão comprados 40 ônibus, sendo 20 até dezembro e 20 no ano que vem.

Os ônibus elétricos são mais econômicos, além de não poluentes. De acordo com a Prefeitura de Niterói, a implantação deles na cidade faz parte de um compromisso para reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa.

“A atual gestão tornou público seu comprometimento com as questões climáticas em 2017, ao assinar o Pacto Global dos Prefeitos pelo Clima e Energia. Faz parte desse comprometimento, a redução de emissão de gases causadores do efeito estufa e em Niterói boa parte desse poluente vêm da área de transporte. Por isso, investir em ônibus elétricos é investir não só na modernização do transporte coletivo da cidade, mas contribuir para o meio ambiente e para a maior qualidade de vida da população”, enfatiza a secretária de Planejamento, Modernização da Gestão e Orçamento, Giovanna Victer.

O secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, acredita que o sistema também será uma referência em modernidade:

“O sistema será um dos mais modernos da América do Sul, com estações inteligentes e ônibus elétricos. Com esse modelo, a TransOceânica irá reduzir em até 60% as emissões de gases de efeito estufa na Região e reduzirá o tempo de deslocamento da população”, contou.

Outra vantagem desse tipo de transporte é a redução dos custos, já que exigem menos reparo e manutenção, além de haver a substituição do combustível. A medida também não vai pesar no bolso do trabalhador: o valor da passagem não sofrerá alteração.

A TransOceânica contará com 13 estações do BHS que estarão localizadas nos seguintes pontos: Engenho do Mato (já está pronta); próximo ao Rio João Mendes; rótula da Avenida Central; em frente ao Mercado Maravista; próximo à Rua São Marcio; próximo à subestação da Enel; próximo à Avenida Santo Antônio; próximo ao shopping Multicenter; perto do Hospital da Amil; na altura do DPO do Cafubá; na rótula Cafubá (Fazendinha); próximo à AABB; Charitas (já está pronta).

As estações seguirão os modelos das estações do VLT implantado no Rio de Janeiro, mas com o piso na altura do passeio público. Todas terão bicicletário com 10 vagas, câmeras de segurança, sistema de sonorização, que permitirá a comunicação do centro de controle com os passageiros, além de painéis que irão informar o tempo de chegada de cada ônibus na estação, e de uma grande tela na qual os usuários poderão acompanhar a localização dos coletivos no mapa.

O edital para a aquisição dos ônibus já está disponível para consulta pública no link http://www.ppp.niteroi.rj.gov.br/consulta.html

Posts Relacionados

Flamengo domina, mas falhas dão vitória ao Fluminense

REDAÇÃO

Alerj aprova lei que permite a inadimplentes do IPVA fazer vistoria

REDAÇÃO

SUS vai oferecer novo medicamento contra hepatite C

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais