DESTAQUE NITERÓI

Ônibus elétricos será discutido em audiência pública

banner

Será realizada na próxima segunda (27), às 11h, no auditório da Fundação Municipal de Educação, uma audiência pública para discutir a compra dos ônibus elétricos que serão utilizados no corredor BHS (Bus with High Level of Service) da TransOceânica. De acordo com o edital, serão comprados 40 ônibus, sendo 20 até dezembro e 20 no ano que vem.

Os ônibus elétricos são mais econômicos, além de não poluentes. De acordo com a Prefeitura de Niterói, a implantação deles na cidade faz parte de um compromisso para reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa.

“A atual gestão tornou público seu comprometimento com as questões climáticas em 2017, ao assinar o Pacto Global dos Prefeitos pelo Clima e Energia. Faz parte desse comprometimento, a redução de emissão de gases causadores do efeito estufa e em Niterói boa parte desse poluente vêm da área de transporte. Por isso, investir em ônibus elétricos é investir não só na modernização do transporte coletivo da cidade, mas contribuir para o meio ambiente e para a maior qualidade de vida da população”, enfatiza a secretária de Planejamento, Modernização da Gestão e Orçamento, Giovanna Victer.

O secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, acredita que o sistema também será uma referência em modernidade:

“O sistema será um dos mais modernos da América do Sul, com estações inteligentes e ônibus elétricos. Com esse modelo, a TransOceânica irá reduzir em até 60% as emissões de gases de efeito estufa na Região e reduzirá o tempo de deslocamento da população”, contou.

Outra vantagem desse tipo de transporte é a redução dos custos, já que exigem menos reparo e manutenção, além de haver a substituição do combustível. A medida também não vai pesar no bolso do trabalhador: o valor da passagem não sofrerá alteração.

A TransOceânica contará com 13 estações do BHS que estarão localizadas nos seguintes pontos: Engenho do Mato (já está pronta); próximo ao Rio João Mendes; rótula da Avenida Central; em frente ao Mercado Maravista; próximo à Rua São Marcio; próximo à subestação da Enel; próximo à Avenida Santo Antônio; próximo ao shopping Multicenter; perto do Hospital da Amil; na altura do DPO do Cafubá; na rótula Cafubá (Fazendinha); próximo à AABB; Charitas (já está pronta).

As estações seguirão os modelos das estações do VLT implantado no Rio de Janeiro, mas com o piso na altura do passeio público. Todas terão bicicletário com 10 vagas, câmeras de segurança, sistema de sonorização, que permitirá a comunicação do centro de controle com os passageiros, além de painéis que irão informar o tempo de chegada de cada ônibus na estação, e de uma grande tela na qual os usuários poderão acompanhar a localização dos coletivos no mapa.

O edital para a aquisição dos ônibus já está disponível para consulta pública no link http://www.ppp.niteroi.rj.gov.br/consulta.html

Posts Relacionados

Botafogo vence e continua 100%

REDAÇÃO

Escolas de samba de Niterói brilham no segundo dia de desfiles com show de originalidade

REDAÇÃO

Odebrecht pagou propina para Aécio em NY, diz delator

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais