full screen background image




Niterói: Bastou dez minutos de chuvas

A forte chuva que atingiu o Estado no início da noite desta terça-feira (2), motoristas encontraram dificuldades em vários pontos de Niterói. Trechos ficaram alagados prejudicando a passagem de motoristas e pedestres da Zona Norte à Sul, além da Região Oceânica. Segundo a Prefeitura de Niterói, até as 20h30 desta terça, não havia alertas sobre estágio de atenção na cidade.

O canal da Alameda São Boaventura, no Fonseca, não foi suficiente para conter dez minutos de chuva deixando o trânsito completamente parado nos dois sentidos da via, na altura da Rua Magnólia Brasil. No bairro da Engenhoca, também na Zona Norte da cidade, ruas ficaram alagadas.

No Centro, o cruzamento da Avenida Jansen de Melo com a Rua São Lourenço ficou alagado prejudicando o trânsito na região. Motoristas também encontraram dificuldades na Zona Sul. Na Avenida Presidente Pedreira, no Ingá, o volume de água tomou a rua e sacos de lixo se espalharam pela pista.

A Rua Presidente Backer, em Icaraí, foi outra que registrou alagamento.

A Defesa Civil Municipal informou que nenhuma ocorrência de deslizamentos de terra foi registrada durante o período da chuva. Além disso, no acumulado de 10 minutos de chuva, a Rua Visconde de Itaboraí registrou 7,3 milímetros. Morro do Castro teve 6,3mm, Charitas registrou 9,2mm, Praia João Caetano 8,1mm e Piratininga 7,1mm, informou a Defesa Civil.

O Corpo de Bombeiros informou que não registrou nenhum desabamento. Além disso, não houve registros de acidentes na cidade por conta das chuvas.

Segundo o Clima Tempo, a partir da tarde de quarta-feira estão previstas pancadas de chuva forte na capital, região metropolitana e municípios da Região Serrana. Janeiro deverá ter chuva além da média normal para o mês. São esperados 310 mm de chuva ao longo dos 31 dias – mais de 100 mm a mais que o habitual para o mês, que é de 220 mm.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: