CIDADES DESTAQUE NOTÍCIAS

Na posse, Witzel promete enfrentar poder paralelo de “narcoterroristas”

banner

 Wilson Witzel chegou à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) para tomar posse como governador do Rio por volta das 8h40 desta terça-feira. O ex-juiz, eleito pelo PSC, contou com um forte esquema de segurança e estava acompanhado pelo vice, Claudio Castro, e pela mulher, Helena Witzel.

“A expectativa é de fazer o melhor possível. É um governo histórico de renovação política do Rio de Janeiro”, disse rapidamente Witzel ao chegar para a cerimônia, que foi breve, já que o governador pretende acompanhar a posse do presidente Jair Bolsonaro, em Brasília.

“Tomo posse hoje como governador do Estado do Rio de Janeiro, graças ao desejo de mudança da população. Meu primeiro agradecimento é ao povo”, disse o ex-juiz em seu primeiro discurso no cargo.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, falou sobre a expectativa para a gestão de Witzel. “A expectativa é grande, de que eu e ele juntos possamos chegar ao Bolsonaro em Brasília e negociar as nossas dívidas. Isso é fundamental para o Rio de Janeiro”, disse. Crivella também espera que Jair Bolsonaro ajude a economia voltar a crescer e contenha a violência.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, também comentou a expectativa para o governo de Witzel. “Transformar o Rio em um estado seguro, capaz de atrair empresas e gerar empregos”.

Como o governador quer acompanhar a posse de Bolsonaro, a transmissão do cargo e a posse do secretariado vão acontecer apenas na quarta-feira, no Palácio da Guanabara, na Zona Sul do Rio.

A cerimônia de posse estava marcada para às 8h30, mas começou por volta das 9h. O presidente da Assembleia Legislativa do Rio, André Ceciliano, fez a abertura oficial, chamando o governador eleito e seu vice para a Mesa Diretora da Alerj. Em seguida, foi executado o Hino Nacional. A Banda Sinfônica dos Fuzileiros Navais foi a responsável apresentação do Hino. Este foi um pedido de Wilson Witzel, que é ex-fuzileiro naval. Ao final da execução do hino, aconteceram a leitura e a assinatura do termo de posse do governador e do vice-governador.

Witzel, então, fez seu primeiro discurso como governador do Estado. O ex-juiz agradeceu o desejo de renovação do eleitorado fluminense e a presença dos deputados Rodrigo Maia, do prefeito Marcelo Crivella e de todas as autoridades presentes.

A cerimônia foi encerrada com a execução do Hino do Estado do Rio de Janeiro. Ainda nesta manhã, Wilson Witzel seguirá para a Base Aérea do Galeão, onde embarcará ao lado de Rodrigo Maia no avião da Força Aérea Brasileira rumo a posse de Bolsonaro em Brasília.

Na quarta-feira, Francisco Dornelles, o governador em exercício do Rio, realizará a transmissão do cargo no Palácio da Guanabara.

Posts Relacionados

Flamengo sai na frente com Guerrero, mas cede empate para o Boavista

REDAÇÃO

Ferido diz que havia mais pessoas em cima de carro do que em ensaios

REDAÇÃO

Crivella defende corte de gastos e cita Edir Macedo durante posse

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais