Internacional 1 x 0 Flamengo: Com o coração dividido, Juan marca para o Inter e decreta derrota do Flamengo

Zagueiro revelado pelo Rubro-Negro não comemorou o gol marcado aos 45 do segundo tempo para levar o Inter de volta ao G4

Internacional

Alexandre Lops/SC Interncional
No frio de 5ºC da Serra Gaúcha, Internacional e Flamengo fizeram um jogo muito parelho. No duelo que colocou frente a frente os dois últimos técnicos da Seleção, Colorado e Rubro-Negro poderiam perfeitamente ter empatado, e seria um resultado justo. Entretanto, coube a Juan, torcedor declarado do Flamengo, clube que o revelou, sacramentar a vitória do time da casa por 1 a 0.

O resultado devolveu o Internacional ao embolado G4. Em quarto, com o mesmo número de pontos do Cruzeiro, 15, o Colorado está a apenas um do líder Botafogo e do vice-líder Coritiba, ambos com 16. Já o Flamengo segue em 13º, com 9 pontos conquistados, mas o time ainda fica ligado na rodada, pois pode ser ultrapassado por equipes que encerram a rodada.

O Flamengo volta a campo no próximo fim de semana, retornando à sua casa, o Maracanã, para o clássico contra o Botafogo. Já o Internacional vai à Arena Pernambuco pegar o lanterninha Náutico.

O jogo

O primeiro tempo começou com o Inter pressionando. Apostando no talento de Forlán, artilheiro do time de no Brasileirão, o Colorado partiu para cima e tentou abafar o adversário. Apesar de algumas oportunidades criadas, nenhuma que desse muito trabalho ao goleiro Felipe. Rapidamente o ímpeto do Inter diminuiu, e o Flamengo passou a controlar mais a partida.

Mesmo assim, chances de gol foram muito poucas. As melhores aconteceram com Forlán, aos 25 minutos, tentando desviar cruzamento de D’Alessandro e mandando por cima do gol, e aos 45, quando Marcelo Moreno deu uma casquinha de cabeça na bola e obrigou Muriel a se esticar todo para espalmar. No finzinho, o time da casa ainda perdeu Gabriel, lesionado, e Dunga precisou lançar Ednei.

A etapa final começou com o Inter mais agressivo, e de fato o Colorado foi a melhor equipe durante todo o segundo tempo, mas ainda assim o nível das atuações foi muito próximo. Logo com um minuto, Muriel deu um drible desconcertante em Carlos Eduardo, para delírio da torcida. Um minuto depois, Fabrício perdeu a melhor oportunidade da partida inteira, ficando cara-a-cara com o gol vazio depois de cruzamento baixo de Josimar, mas isolou. Depois de mais uma chance perdida, com nove minutos, Dunga resolveu colocar Leandro Damião, que estava fazendo seu retorno depois de se recuperar da lesão que o tirou da Copa das Confederações. Imediatamente as investidas ofensivas do Colorado pareceram se tornar todas muito mais perigosas com a movimentação e senso de posicionamento do camisa 9.

Sentindo o perigo, Mano Menezes lançou o garoto Adryan, e a resposta foi imediata. Aos 19 minutos, ele fez boa jogada pela esquerda, dando passe para João Paulo e aparecendo na cabeça de área para finalizar,  mas pegou mal e mandou por cima. Cinco minutos depois, o zagueiro Gonzaléz teve nova chance, de cabeça, e Muriel fez mais uma boa intervenção.

Quando a partida já se encaminhava para o fim e parecia que ninguém veria a rede balançar em Caxias do Sul, o Inter cobrou uma falta da intermediária direita de ataque e Felipe saiu muito errado do gol, afastando mal o perigo. A bola ficou perfeita para Juan, de cabeça, marcar. O zagueiro não quis comemorar, em respeito ao seu antigo time, mas a vibração colorada foi imensa. Depois disso não houve tempo para mais nada.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: