Imóveis irregulares em área de preservação são demolidos

O Grupo Executivo para o Crescimento Ordenado de Preservação das Áreas Verdes (Gecopav) de Niterói realizou ontem a demolição de construções irregulares em área de proteção ambiental do Parnit em Charitas, na Zona Sul da cidade. A iniciativa faz parte das ações de intensificação de proteção às áreas verdes.

Nos últimos seis meses, o Gecopav recebeu 228 denúncias sobre tentativas de ocupação irregular. Todas estão sendo averiguadas pela Prefeitura de Niterói, que também realiza o monitoramento periódico das áreas.

A Região Oceânica tem sido a campeã de denúncias verificadas e acompanhadas pelo Gecopav.

As intervenções de ontem aconteceram na Rua Levy Carneiro e na localidade conhecida como Fundanga, próxima a uma encosta. Nenhum dos dois locais estava habitado.

O coordenador afirma que o grupo faz um trabalho diário identificando irregularidades, com uma equipe que realiza as rondas ostensivas de meio ambiente em áreas verdes consideradas críticas e com ameaças de ocupação. As ações acontecem com agentes do Gecopav, Secretaria de Meio Ambiente, Coordenadoria Ambiental da Secretaria de Ordem Pública, Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) e, em determinadas situações, com apoio da Polícia Militar.

Já foram retiradas, apenas este ano, construções irregulares em locais como a encosta do Morro do Cavalão, no Maceió, em Piratininga, entre outros.

Wilton Ribeiro explica que qualquer munícipe pode denunciar construções irregulares através do telefone 153 da Guarda Municipal ou pelo e-mail gecopav@gmail.com.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: