Globo adia fim do ‘Tomara Que Caia’; mudança no “É de Casa”

Inicialmente previsto para chegar ao fim amanhã, o “Tomara Que Caia” ganhou sobrevida na Globo. Sem ter como cobrir o buraco na programação com produção original, a emissora esticou o humorístico em mais três semanas.

A decisão se baseia na diminuição das críticas e no aumento de audiência das últimas edições. Os convidados especiais de amanhã serão Tom Cavalcante, que volta a atuar na Globo após 11 anos fora, Cacau Protásio, José Loreto e Sérgio Loroza.

A Globo entendeu que as participações de especialistas em improviso ajudam a cobrir problemas de elenco. O último “Tomara Que Caia” deve ir ao ar no dia 25.

Troca na direção do “É de Casa”

Vivi de Marco entregou a direção do “É de Casa” para Alexandre Matoso, o que fatalmente acabará implicando mudanças também na estrutura do programa. Se houve a troca de comando, devemos entender que, por consequência, também existirão alterações em seu conteúdo, porque cada um tem a sua maneira de pensar e trabalhar.
Às vésperas de completar dois meses de apresentações, já foi possível avaliar o que está certo ou errado e o que agrada ou não ao telespectador. Algo que nunca foi muito bem assimilado é o número de apresentadores. Mesmo que todos participem é conveniente deixar para dois, ou no máximo três, a missão de distribuir os trabalhos do dia.
Entende-se também como maior necessidade fugir daquilo que outros programas, como os da própria Ana Maria Braga ou de Fátima Bernardes apresentam todos os dias. Ajustes que são perfeitamente naturais. O que se deve destacar é a iniciativa de se investir em um horário que sempre foi considerado um mico pela televisão brasileira.



Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: