Funaro fecha acordo de delação premiada com a Lava Jato

Após ter sido transferido, mais uma vez, do Complexo Penitenciário da Papuda para a carceragem da Polícia Federal, em Brasília, nessa segunda-feira (21), a pedido do Ministério Público Federal, os advogados do operador financeiro e os procuradores da Lava Jato fecharam acordo de delação premiada.

Segundo informações de O Globo, o acerto foi encerrado na madrugada desta terça-feira (22) e deve ser assinado ainda hoje.

Os anexos em que o futuro delator promete apresentar provas sobre crimes de que teve conhecimento ou participação serão enviados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), para que o acordo seja homologado.

Funaro agia como operador do PMDB e está preso desde o ano passado. Há a expectativa de que seu depoimento possa balizar uma possível segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, de autoria da PGR. Janot fica no cargo até a primeira quinzena de setembro.


TAG


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: