Fluminense tropeça no Coritiba

A alegria pela vitória no clássico com o Flamengo não durou muito. A derrota para o São Paulo, na última rodada, já foi um balde de água fria. Neste sábado, o Fluminense amargou mais um tropeço, agora como mandante: 0 a 0 com o Coritiba, no Raulino de Oliveira, pelo Brasileiro. O resultado não vai acalmar os ânimos nas Laranjeiras – na sexta-feira, torcedores tentaram invadir a sede do clube.

O Fluminense decepcionou. No primeiro tempo, até criou chances de perigo, mas esbarrou em Wilson. A atuação na etapa final é para esquecer: sem criatividade.

Com o resultado, o Flu perde a chance de encostar no G-4 do Brasileiro. Nos últimos cinco jogos, são três derrotas, um empate e apenas uma vitória. O Tricolor está na 12ª colocação, com 17 pontos. O Coritiba foi para 14 pontos, no 15º lugar.

O Fluminense volta a campo no próximo domingo, dia 10, quando vai enfrentar o Vitória, às 19h30, no Barradão. O Coritiba entra em campo no sábado, às 16h30, e recebe o Botafogo no Couto Pereira.

O jogo

O Fluminense encontrou dificuldade no início do duelo. O Coritiba se insinuava no ataque, mas faltava inspiração. O Tricolor se deparou com problema semelhante. Porém, mesmo assim, conseguiu criar as melhores chances da primeira etapa. Scarpa levantou para a área. Henrique desviou e carimbou o travessão.

O lance deu moral ao Fluminense. Com maior posse de bola, o Tricolor foi em busca do primeiro gol, mas esbarrou no goleiro Wilson. Ele voou e espalmou chute de Dudu. Depois, em trama pela direita, Wellington Silva surgiu como centroavante. Com liberdade, o lateral-direito, porém, chutou em cima do goleiro do Coxa.

No fim do primeiro tempo, Cavalieri surgiu para salvar o Fluminense. Felipe Amorim deixou Leandro na boa. O goleiro tricolor abafou o atacante rival e impediu o gol do Coritiba. A resposta carioca foi com Henrique, em nova jogada aérea. Novamente, Wilson levou a melhor e defendeu.

O Fluminense caiu de produção no segundo tempo. É verdade que a atuação na etapa inicial foi longe de empolgar, mas o Tricolor piorou nos 45 minutos finais. Levir Culpi lançou Maranhão e Richarlison – saíram Dudu e Magno Alves. Porém, de pouco adiantou. Faltava criatividade. Na reta final, assustou foi em bola parada. Scarpa cobrou falta pela direita, Edson ganhou pelo alto e desviou. Wellington Silva quase completou. A bola saiu rente à trave. Depois, Maranhão conseguiu avançar pela direita, mas foi travado por Wilson.

A situação do Fluminense só não foi pior porque Kleber Gladiador, na cara de Cavalieri, chutou para fora. O Tricolor precisa melhorar com rapidez para não ver o G-4 ficar mais distante.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0X0 CORITIBA

Estádio: Raulino de Oliveira
Público e renda: 917 pagantes / 1.826 presentes / R$ 22.630,00
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Gol: –
Cartão amarelo: Pierre (Fluminense), Luccas Claro e Carlinhos (Coritiba)
Cartão vermelho: –

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Pierre, Edson, Dudu e Gustavo Scarpa; Osvaldo (Samuel, aos 34′ do 2ºT) e Magno Alves; Técnico: Levir Culpi.

CORITIBA: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Fábio Braga, Juan e Felipe Amorim (Vinicius, no intervalo); Kleber e Leandro (Kazim, aos 28′ do 2ºT); Técnico: Pachequinho.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: