Fluminense sofre, mas vence o Resende

A atuação não foi encantadora como a do clássico contra o Vasco, mas o Fluminense cumpriu o seu papel e continua com 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca. Diante do Resende, em Moça Bonita, o Tricolor teve dificuldades, mas venceu o rival por 1 a 0, em um belo gol feito por Gustavo Scarpa.

Com o resultado, o Fluminense manteve a liderança isolada no grupo C da Taça Guanabara. O Tricolor volta aos gramados no próximo domingo contra a Portuguesa, em Los Larios, às 19h30. O Resende joga no mesmo dia contra o Vasco, em São Januário, às 17 horas.

O JOGO

O primeiro tempo entre Fluminense e Resende, em Moça Bonita, foi de muito toque de bola, mas pouca objetividade pelo lado tricolor. Os cariocas dominaram a partida, mas não conseguiram criar oportunidades claras de gol, que assustassem o rival do Sul Fluminense.

Apesar da falta de chances, o meio-campo tricolor mostrou estar bem entrosado e compaco novamente. Aos 12 minutos, o Fluminense chegou pela primeira vez. Sornoza arrancou, passou por rivais e tocou para Wellington, o atacante perdeu a passada e recuou para Henrique Dourado. O camisa 9 se chocou com Thiago Salles, mas arbitragem viu simulação e puniu o Ceifador com o amarelo.

O Fluminense seguiu com mais posse, porém, muito burocrático. Só voltou a animar o seu torcedor no finzinho da primeira etapa. Aos 40 minutos, Douglas e Scarpa fizeram boa jogada, o camisa 10 apareceu bem e deixou Wellington em boas condições, porém, o atacante adiantou demais e não conseguiu a finalização. Já nos acréscimos, o Flu voltou a ter grande chance. Léo fez grande jogada pela esquerda e cruzou, a bola caiu nos pés de Sornoza, que rolou para Douglas, o volante bateu e foi travado, a bola sobrou para Dourado dentro da área, mas a zaga se antecipou de novo, no fim, Scarpa apareceu bem, mas acabou finalizando por cima do gol do Resende.

A segunda etapa começou mais aberta, com o Resende tentando complicar as coisas para o Fluminense. Porém, o Tricolor conseguiu abrir o placar com 11 minutos, Gustavo Scarpa cortou para a perna esquerna e finalizou com perfeição de fora da ára, marcando um belo gol para o clube das Laranjeiras.

O gol não abateu nem um pouco o Resende, que veio para cima do Fluminense. Dando muito espaços para o rival, o Tricolor não cedeu o empate por pouco aos 18 minutos. Marcel recebeu com liberdade e arriscou de fora da área, a bola carimbou a trave de Julio Cesar e saiu.

Desgastadas pela intensidade da partida e pelo calor, as duas equipes diminuiram o ritmo. O Flu quase conseguiu o segundo gol em bela trama coletiva que terminou com uma finalização de Wellington no travessão aos 30 minutos. Abel colocou Lucas Fernandes e Marcos Junior nas vagas de Sornoza e Henrique Dourado para dar mais velocidade para a equipe. Só que foi o Tricolor que passou por um sufoco. Aos 42 minutos, em bola levantada para a área, Julio Cesar saiu mal do gol e a bola sobrou para Yago, a sorte do Flu foi que Renato Chaves apareceu em cima da linha para salvar a finalização do jogador do Resende e garantir a vitória do Tricolor.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1X0 RESENDE

Local: Estádio Moça Bonita, em Rio de Janeiro (RJ)
Árbitragem: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Renda/Público: R$ 55.425,00 / 3.060 pagantes
Cartões amarelos: Henrique Dourado, Sornoza, Wellington e Renato Chaves (FLU); Vitinho (RES).
Cartão vermelho: Não houve.
Gols: Scarpa (1-0, 11’/2ºT),

FLUMINENSE: Júlio César; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Orejuela, Douglas (Marquinho, 25’/2ºT), Sornoza (Lucas Fernandes, 34’/2ºT) e Gustavo Scarpa; Wellington Silva e Henrique Dourado (Marcos Junior, 34’/2ºT) – Técnico: Abel Braga.

RESENDE: Arthur; Muriel, Leandrão (Rogério 45’/1ºT), Thiago Sales e Dieyson; Vitinho, Gustavo, Rogerinho (Yago, 25’/2ºT) e Marcel; Kiros (Robinho, Intervalo) e Jhulliam – Técnico: Ademir Fonseca




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: