full screen background image




Fluminense sai na frente da LDU nas oitavas da Sul-Americana

O Fluminense saiu na frente da LDU nas oitavas de final da Sul-Americana. A equipe carioca não conseguiu construir uma grande vantagem, mas pelo menos derrotou a equipe equatoriana por 1 a 0 em um Maracanã bastante cheio. A partida marcou o reencontro das equipes que já decidiram a Libertadores e a própria Sul-Americana.

O gol do clube carioca foi marcado por Scarpa cobrando falta no primeiro tempo. Com o resultado, o Fluminense joga por um empate em Quito para se classificar. Se o Tricolor fizer um gol contra a LDU, o adversário terá que vencer por dois gols de diferença. Em caso de vitória por 1 a 0 dos equatorianos a vaga será decidida nos pênaltis.

Os cariocas voltam a enfrentar os equatorianos na próxima quinta-feira, em Quito. Pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense volta aos gramdos e vai enfrentar o Atlético-PR, no domingo, em confronto na Arena da Baixa.

O JOGO

O primeiro tempo entre Fluminense e LDU foi de total domínio tricolor na posse de bola. Porém, a equipe carioca teve muitas dificuldades na armação. Wellington e Scarpa principais jogadores da equipe tiveram muitos erros de passe. Apesar disso, os cariocas sairam na frente com gol de falta do seu camisa 10.

O começo da partida no Maracanã empolgou muito a torcida tricolor. Com apenas seis minutos, o Fluminense abriu o placar. Em cobrança de falta, Gustavo Scarpa bateu e venceu o goleiro Nazareno. O lance fez os torcedores lembrarem do terceiro gol de Thiago Neves em 2008 na decisão da Libertadores.

Com a vantagem no placar, o clube carioca continuou tendo a posse de bola, mas teve poucas chances. Wendel e Dourado eram os jogadores que mais se movimentavam na partida. A única boa chance que o Flu teve após o gol no primeiro tempo saiu dos pés do Ceifador. O centroavante ganhou da zaga equatoriana e finalizou para fora, assustando o goleiro Nazareno.

O segundo tempo iniciou com uma mudança no Fluminense. Como a LDU pouco atacava, Abel abriu mão dos três volantes e substituiu Orejuela por Sornoza. A equipe tricolor, no entanto, continuou tendo os mesmos problemas para criar oportunidades nos minutos inciais.

Aos 17 minutos, a equipe carioca teve uma boa chance. Lucas fez belo cruzamento e Henrique Dourado subiu para cabecear, a defesa equatoriana conseguiu chegar rápido e evitar que o Ceifador aparecesse sem marcação para concluir.

Com muitas dificuldades, o Fluminense voltou a ameaçar com 32 minutos. Scarpa arrancou e finalizou de fora da área, Nazareno caiu atrasado, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo.

Aos 43 minutos, Robinho quase fez o segundo. O atacante arrancou bem com a bola, passou pela marcação da equipe equatoriana e finalizou para boa defesa da Nazareno, que salvou a LDU.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 0 LDU

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Júlio Quintana (PAR)
Auxiliares: Rodney Aquino (PAR) e Roberto Cañete (PAR)
Cartões amarelos: Gonzáles, Chalá, Salaberry (LDU), Betancourt; Henrique Dourado, Wendel, Frazan (FLU)
Cartões Vermelhos: –
Público e renda: 42.270 pagantes / 45.977 presentes / R$ 1.109.560,00
Gol: Gustavo Scarpa, 6’/1°T (1-0)

FLUMINENSE: Júlio César, Lucas, Frazan (Marlon Freitas, 28’/2°T), Nogueira e Marlon; Douglas, Orejuela (Sornoza, intervalo), Wendel e Scarpa; Wellington Silva (Robinho, 34’/2°T) Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

LDU: Nazareno, Narváez, Lucas de Lima, Salaberry e Aníbal Chalá; Intriago (Hidalgo, 41’/2°T), Bolaños, Vega, Gonzáles (Betancourt, intervalo) e Anderson Julio; Barcos (Anangonó 27’/2°T). Técnico: Pablo Repetto.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: