full screen background image




Fluminense perde mas elimina a LDU da Sul-Americana

O Fluminense conseguiu classificação heroica nesta quinta-feira (21). Mesmo com a derrota por 2 a 1 para a LDU-EQU, em Quito, os tricolores avançaram às quartas de final da Copa Sul-Americana pelo gol feito fora de casa. Agora, a equipe das Laranjeiras terá pela frente o rival Flamengo na próxima fase da competição.

O Fluminense foi até bem no primeiro tempo e manteve a LDU controlada. No entanto, na etapa final, os donos da casa aproveitaram as falhas de marcação da defesa tricolor para marcar com Barcos e Cevallos. Só que nos minutos finais, Pedro fez o gol que classificou os tricolores.
O Fluminense surpreendeu no início e começou melhor a partida. Logo aos três minutos, Peu aproveitou cruzamento e cabeceou na trave. O susto fez a LDU acertar a marcação em sua defesa para parar o ataque tricolor.

Aos poucos, a LDU passou a dominar a partida, mas tinha dificuldade em criar boas jogadas. Na melhor chance, aos 14 minutos, Barcos aproveitou cruzamento e cabeceou para fácil defesa de Julio Cesar.

O confronto seguia em ritmo acelerado, com a alternância de domínio entre as equipes. No entanto, tanto LDU quanto Fluminense erravam muito no setor ofensivo e lavavam pouco perigo ao adversário. Somente aos 31 minutos, os donos da casa conseguiram uma boa oportunidade para abrir o placar. Após cruzamento, Betancourt finalizou sozinho, só que para fora. A bola passou muito perto da trave tricolor.

O panorama da partida seguia a mesma. No entanto, o Fluminense errava muito e aos 38 minutos proporcionou contra-ataque a LDU. Cevallos recebeu passe na área e chutou para grande defesa de Julio Cesar. Nos minutos finais, os tricolores conseguiram segurar a posse de bola e seguraram o empate até o intervalo.

No segundo tempo, a LDU voltou melhor e criou sua primeira chance aos sete minutos. Após cobrança de escanteio, Barcos cabeceou para boa defesa de Julio Cesar. A resposta do Fluminense veio em seguida. Em contra-ataque rápido, Scarpa foi lançado, entrou na área, mas acabou travado antes da finalização.

Só que aos 12 minutos, a LDU chegou ao gol. Barcos foi lançado pro Cevallos na área e cabeceou sem chance para Julio Cesar. Com o resultado, os equatorianos, pelo menos, já levavam o confronto para os pênaltis.

No entanto, os donos da casa cresceram de produção e chegaram ao segundo gol aos 15 minutos. Anderson Julio cruzou rasteiro pela direita e achou Cevallos livre na área. O meia chutou no canto, longe do alcance de Julio Cesar para colocar a LDU mais próxima da classificação.

Com a vantagem no placar, a LDU diminuiu o ritmo e passou a aguardar o Fluminense em seu campo de defesa. Mesmo com mais posse de bola, os tricolores continuavam com os erros ofensivos e não levavam perigo ao gol de Nazareno.

O Fluminense só conseguiu assustar aos 32 minutos, em cobrança de falta de Scarpa para fora. A resposta da LDU veio dois minutos depois, com Quintero. O meia aproveitou cruzamento, mas chutou por cima do travessão. Depois, foi a vez de Bolaños arriscar de longe e obrigar Julio Cesar a fazer boa defesa.

Na parte final da partida, quando parecia que a eliminação era certa, o Fluminense chegou ao gol da classificação, aos 41 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola chegou em Pedro, que cabeceou para a rede.

Após o gol, os cariocas passaram a se defender com todas as forças. A LDU foi para cima no desespero e não conseguiu o terceiro. Com isso, o Fluminense pode comemorar a classificação para as quartas de final da Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
LDU 2X1 FLUMINENSE

Local: Estádio Casa Blanca, em Quito (EQU)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Gabriel Chade (ARG) e Ariel Scime (ARG)
Renda/Público: Não divulgados.
Cartões amarelos: Salaberry (LDU); Orejuela e Pedro (FLU).
Cartão vermelho: Não houve.
Gols: Hernán Barcos (1-0, 12’/2ºT), Cevallos (2-0, 15’/2ºT) e Pedro (2-1, 43’/2ºT)

LDU: Nazareno; Narváez, Salaberry, Taglapietra e Chalá; Edison Vega (Alex Bolaños, 29’/2ºT), Anderson Julio, Intriago e Cevallos (Quintero, 33’/2ºT); Betancourt (Cárdenas, 10’/2ºT) e Hernán Barcos – Técnico: Pablo Repetto

FLUMINENSE: Júlio César; Lucas, Nogueira, Frazan e Léo; Orejuela, Douglas (Marlon Freitas, 13’/2ºT) e Wendel; Gustavo Scarpa, Wellington Silva (Robinho, 28’/2ºT) e Peu (Pedro, Intervalo) – Técnico: Abel Braga




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: