full screen background image




Fluminense fica no empate

Em Salvador, Fluminens e Vitória até fizeram um jogo de boas alternativas. As duas equipes tiveram boas chances de vencer, mas acabaram esbarrando na má pontaria dos seus finalizadores. No fim, o duelo terminou sem gols e o empate acabou sendo ruim para as duas equipes. O resultado acabou aumentando o jejum tricolor para quatro partidas sem vitória, somando o Brasileiro e a Copa do Brasil.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrenta o Cruzeiro, no domingo, às 16 horas. No mesmo dia e horário, o Vitória vai até a Arena da Baixada para encarar o Atlético-PR.

O JOGO

O Fluminense começou a partida em Salvador levando muita pressão do Vitória. Com apenas cinco minutos, os donos da casa tiveram uma grande oportunidade de gol. Kieza ajeitou para Nickson, que bateu fora para boa defesa de Diego Cavalieri. Logo depois foi a vez de Dagoberto perder uma boa oportunidade. Kanu recebeu e tocou para o experiante atacante, que acabou finalizando para fora.

Aos poucos o Fluminense foi se ajeitando e chegou com perigo em uma cabeçada de Magno Alves. Porém, o Vitória seguia com mais posse de bola e quase abriu o placar em um chutaço de Marino. Sorte do Flu que Cavalieri estava ligado e impediu o golaço do meia.

No fim da primeira etapa, o Tricolor teve duas boas chances de começar vencendo. Em cobrança de escanteio de Osvaldo, o goleiro Caíque se enrolou e por pouco a bola não sobrou para Cícero. Depois, após bela jogada de Wellington Silva, a bola sobrou para Dudu que bateu forte, a finalização passou muito perto da trave dos baianos.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Samuel e Richarlison nas vagas de Magno Alves e Osvaldo. Apesar disso, quem começou melhor foi o Vitória. Novamente após bela jogada coletiva dos baianos, a bola chegou para Dagoberto, que de novo, acabou finalizando para fora.

A presssão dos donos da casa continuava, os baianos assustavam muito na jogada aérea. O que salvava o Fluminense era Cavalieri e a pontaria ruim do Vitória. Precisando mudar a cara da partida, Levir sacou Dudu e colocou Marcos Junior em campo.

O Fluminense conseguiu evoluir na partida e criou boas chances ambas em jogadas puxadas por Samuel. Na primeira, o atacante arrancou e acabou derrubado por Victor Ramos dentro da área, o árbitro não deu pênalti. Depois, o jogador fez bela jogada pela esquerda e rolou para William Matheus, que perdeu uma chance clara frente a frente com Caíque.

Maranhão teve uma grande chance aos 31 minutos. Marcos Junior fez bela jogada e rolou para o jogador, que finalizou nas pernas do goleiro do time baiano. Só que nos últimos minutos, o Fluminense diminuiu o ritmo parecendo estar satisfeito com o empate. O Vitória já sem muita força pouco fez para mudar o resultado e a partida teminou sem gols.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 0 X 0 FLUMINENSE

Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data/Hora: 10/7/2016, às 19h30
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Alberto Poletto Masseira (SP)
Cartões amarelos: Euller, Kanu, Marinho (VIT); William Matheus, Wellington Silva, Maranhão, Cícero (FLU)
Gols:

Vitória: Caique, Diego Renan, Kanu, Victor Ramos, Euller; Amaral (Marcelo, 17’/2ºT), Willian Farias, Nickson (Vander, 17’/2ºT), Dagoberto (David, 35’/2ºT), Marinho e Kieza. Técnico: Vagner Mancini

Fluminense: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Renato Chaves e Willian Matheus; Douglas, Dudu (Marcos Júnior, 16’/2ºT) e Cícero; Maranhão, Osvaldo (Richarlison, intervalo) e Magno Alves (Samuel, intervalo). Técnico: Levir Culpi




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: