Fluminense derrota o Botafogo e volta a liderar grupo na Taça Rio

O torcedor que foi ao Engenhão viu uma partida de muitas alternativas no classico entre Fluminense e Botafogo. O Glorioso começou melhor, abriu vantagem, mas o Tricolor das Laranjeiras conseguiu a virada e venceu por 3 a 2 em duelo pela terceira rodada da Taça Rio.

Os gols do Fluminense foram marcados por Richarlison, dois, e Renato Chaves. Pelo Botafogo, Roger deixou o dele. A derrota complica o Botafogo na luta por uma vaga nas semifinais do Carioca. O Tricolor por ser campeão da Taça Guanabara já está garantido.

Na próxima rodada, o clube das Laranjeiras enfrenta o Macaé, em Edson Passos, no domingo. No mesmo dia, o Glorioso encara o Bangu, em Moça Bonita.

O JOGO

O Botafogo começou o primeiro tempo impondo um ritmo que o Fluminense não conseguiu controlar. Quando o Tricolor se recuperou da apatia inicial, já estava perdendo de 2 a 0. A vantagem do Glorioso começou aos 16 minutos. Pimpão lançou Roger, que ganhou na corrida de Renato Chaves e chutou para abrir o placar para o Alvinegro.

De nada adiantou o puxão de orelha que Abel deu na equipe tricolor na parada técnica. Logo depois, aos 25 minutos, em lance bem semelhante, Roger recebeu, cortou Renato Chaves e finalizou duas vezes para ampliar o placar no Engenhão.

O Fluminense só conseguiu melhorar na parte final do primeiro tempo. O Tricolor passou a tocar a bola e criou algumas oportunidades. A melhor em cobrança de falta de Sornoza, que explodiu no travessão de Saulo e ainda tocou na perna do goleiro, antes de sair para a linha de fundo.

Só que o Tricolor voltou para o segundo tempo com uma outra cara. Pedro e Wendel entraram nas vagas de Henrique Dourado e Luiz Fernando. Com 20 minutos, o Fluminense conseguiu o empate. Primeiro, após bela jogada de Wellington, que foi derrutado por Bruno Silva. Pênalti e na cobrança, Richarlison diminiu.

Logo depois, Wellington começou a jogada e rolou para Richarlison, o atacante bateu de esquerda, o goleiro Saulo tocou na bola, mas ela acabou morrendo no fundo das redes.

O Fluminense ainda iria conseguir a virada. Richarlison fez bela jogada pela esquerda e cruzou para Renato Chaves, que se redimiu das falhas na primeira etapa, e conseguiu fazer o dele, e virar a partida para o Fluminense.

Nos últimos minutos, Sassá entrou na partida e o Botafogo tentou uma pressão. O Glorioso teve boas chances em bolas paradas, mas o Tricolor conseguiu segurar o placar e levou os três pontos no Engenhão.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 3 FLUMINENSE

Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Mauricio Machado Coelho Junior
Público e renda: 6.225 pagantes / 6.776 presentes / R$ 105.610,00
Cartões amarelos: Victor Luís, Bruno Silva, Airton e Guilherme (BOT); Renato, Henrique e Wendel (FLU)
Gols: Roger, 15’/1°T (1-0) e 26’/1ºT (2-0); Richarlison, 12’/2ºT (2-1) e 16’/2ºT (2-2), Renato Chaves, 23’/2ºT (2-3)

BOTAFOGO : Saulo; Marcinho, Emerson Silva, Joel Carli (Renan Fonseca) e Victor Luís; Airton, Bruno Silva, Montillo (Guilherme) e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger (Sassá). Técnico: Jair Ventura.

FLUMINENSE : Cavalieri; Renato, Renato Chaves, Henrique e Léo; Luiz Fernando (Wendel) , Douglas e Sornoza; Wellington, Richarlison (Marquinho) e Henrique Dourado (Pedro). Técnico : Abel Braga.

 




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: