Fluminense cede empate e quase perde vaga na semifinal do Carioca

2Em partida realizada neste domingo no estádio Moça Bonita, em Bangu, no Rio de Janeiro, o Fluminense quase se complicou diante do Madureira.

Precisando apenas de uma vitória simples, o tricolor perdeu um pênalti e ainda cedeu o empate de 2 a 2 no fim do jogo, logo na reta final do Carioca 2013.

Sorte que o Botafogo arrancou um empate diante do Boa Vista, o que garantiu a classificação dos quatro grandes do Rio de Janeiro. Na próxima fase, Flu e Vasco duelam por um lado da chave, enquanto o Flamengo pega o Botafogo.

O Fluminense conseguiu a classificação para as semifinais da Taça Guanabara, mas voltou a decepcionar sua torcida e sofreu vaias ao final do jogo. A equipe empatou com o Madureira por 2 a 2 em Moça Bonita e ficou em segundo lugar no Grupo B, beneficiado pelo empate do Boavista.

Abel Braga escalou um time misto que encontrou muitas dificuldades para superar o bem armado time do Madureira. O Fluminense chegou a ficar na frente por duas vezes, gols de Samuel, mas o time de Conselheiro Galvão conseguiu a reação com gols de Rodrigo. O resultado fez justiça ao desempenho das duas equipes.

O Fluminense ficou com 16 pontos, seis a menos do que o líder Flamengo. O time dirigido por Abel Braga vai enfrentar o Vasco no sábado, no Engenhão, e precisará da vitória para chegar à decisão. O Madureira acabou o turno na terceira posição do Grupo A, com 12 pontos.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 2 MADUREIRA

Local: Estádio Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 24 de fevereiro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Assistentes: Luiz Antônio Muniz de Oliveira (RJ) e Michael Correia (RJ)
Cartões amarelos: Gum, Monzón e Wagner (Fluminense); Gabriel (Madureira)
Gols: FLUMINENSE: Samuel, aos 14 minutos do primeiro tempo e aos 22 minutos do segundo tempo
MADUREIRA: Rodrigo, aos 43 minutos do primeiro tempo e aos 38 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Wellington Silva, Digão, Gum e Monzón; Valencia, Diguinho, Rhayner, Wagner (Felipe) e Thiago Neves (Marcos Júnior); Rhayner e Samuel
Técnico: Abel Braga

MADUREIRA: Márcio, Diego Renan, Zé Carlos, Leozão e Gabriel (Carlinhos); Gilson, Ramon, Rodrigo Lindoso e Renan; Jairo (Obina) e Derley
Técnico: Alexandre Gama




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: