Flu não joga bem, mas bate Náutico

003Foi sofrido, mas o Fluminense venceu, após quatro partidas sem vitória, com um único gol de Samuel. O atacante entrou no lugar de Rafael Sóbis e fez o gol logo nos primeiros minutos que teve em campo contra o Naútico.

O resultado não veio fácil para o Tricolor carioca. No primeiro tempo, sem meia de ligação, o Flu não conseguia criar jogadas, mas após a entrada de Wagner e Felipe, dois criadores de jogadas, o jogo mudou e o Flu conseguiu aproveita a posse de bola que já tinha no primeiro tempo.

O Tricolor carioca é 11º colocado, com 18 pontos, já o Timbú segue na lanterna do Brasileirão, com 8. O Naútico enfrenta o Bahia, fora de casa, às 16h, no próximo domingo. Já o Fluminense pega o São Paulo, no Morumbi, também no domingo, às 16h.

O jogo

No primeiro tempo, o Fluminense tentou manter a posse de bola, mas pela falta de um meia, que ligasse o meio-campo ao ataque formado por Rafael Sobis, Kenedy e Fred. O Naútico apostava no contra-ataque, mas não conseguiu abrir o placar.

A torcida na Arena Pernambuco vaiava o toque de bola do Fluminense, que, se por um lado, lembrava o futebol jogado pelo Barcelona, por outro, diferente dos espanhóis, não sabia o que fazer com a bola nos pés. O Flu só foi superior ao Timbú nos primeiros 15 minutos de jogo. Após isso, o Naútico conseguiu colocar a sua estratégia, de jogar no contra-ataque, em ação.

Aos 15 minutos, Maikon Leite conseguiu boa jogada pela direita e cruzou. Tiago Real chegou atrasado na bola, mas o goleiro Diego Cavalieri já estava vencido na jogada. Foi o primeiro quase que o Naútico veria na partida.

O outro momento importante da primeira etapa foi quando João Filipe cabeceou contra o o próprio gol, mas com muta força, quase marcando contra e supreendendo o goleiro Ricardo Berna. A torcida, que lotou o estádio, não perdoou o zagueiro e o vaiou a cada vez que ele tocava na bola.

No segundo tempo, com a entrada de Wagner e Felipe em campo, o Fluminense conseguiu converter a posse de bola em criação de jogadas contra o Timbú e dominou os primeiros minutos da etapa complementar.

Mas foi aos 25, minutos depois da entrada de Samuel, que o atacante cortou o zagueiro João Filipe duas vezes e marcou um golaço, chutando forte e não dando chances para o goleiro Ricardo Berna.

O Fluminense não jogou bem, mas conquistou os 3 pontos em partida contra o lanterna Naútico, que optou por jogar no contra-ataque e quase que conquistou um empate no último lance da partida. Derley, no último segundo de jogo, chutou forte bola que sobrou dentro da pequena área, mas Diego Cavalieri fechou o gol e defendeu, garantindo a vitória para o Flu.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: