Flamengo volta a tropeçar e fica mais longe de conquistar vaga na Copa Libertadores do próximo ano

O Flamengo pressionou mas não foi capaz de superar o Internacional na tarde deste domingo, no Maracanã, e acabou derrotado por 1 a 0. O gol do jogo foi marcado pelo zagueiro improvisado lateral Ernando, no primeiro tempo. Depois de entrar na zona de classificação para a Libertadores, o Flamengo segue ladeira abaixo na tabela de classificação e amarga uma sequência de apenas uma vitória nos últimos seis jogos.

Com o resultado, a equipe permanece com 44 pontos e vê o Palmeiras, primeira equipe no G4, abrir quatro pontos de vantagem. O Inter segue o caminho inverso e vai a 47 pontos. Na sétima colocação, o colorado gaúcho segue vivo na disputa por uma vaga na Libertadores de 2016.

As duas equipes terão uma semana de treinamento antes da próxima rodada. O Inter recebe o Joinvile no sábado, no Beira-Rio. O Flamengo, por sua vez, encara uma pedreira no domingo, quando visita o líder Corinthians no estádio de Itaquera.

O jogo – Diante de sua torcida e em busca da reabilitação, o Flamengo assumiu a iniciativa do confronto logo no início. Melhor em campo, o rubro-negro dominava a posse de bola e explorava muito os avanços de Pará pela direita. O Inter procurou segurar a pressão inicial.

Com um minuto de bola rolando, Jorge avançou pela esquerda e serviu Guerreiro. O atacante escorou e Emerson Sheik arriscou o chute, mas ele saiu fraco.

O Fla teve mais um lance de perigo aos seis. Pará recebeu na direita e rolou para Alan Patrick. O meia fez ótima enfiada para o lateral, que foi ao fundo e cruzou para trás. A bola rebateu na defesa e voltou para Guerrero na frente da pequena área, mas bateu na mão do atacante e a infração foi marcada.

Se a defesa do Inter dava espaços para as penetrações do adversário, a do Fla não ficava devendo, e na primeira investida gaúcha aos 17, saiu gol. Valdívia arrancou pelo meio e abriu para William na direita. O lateral levantou na área, Lisandro não alcançou de cabeça e a bola sobrou do outro lado para Ernando emendar de primeira e superar Paulo Victor com um chute cruzado.

O gol abalou o Fla e expôs mais uma vez a fragilidade defensiva da equipe. Já o Inter se organizou melhor em campo e equilibrou o jogo, que estava longe de encantar as torcidas pelo nível técnico.

O rubro-negro só voltou a ameaçar seriamente a meta de Alisson aos 28. Tabela rápida do ataque pelo meio e Everton tocou de primeira para Guerrero na direita da área. O peruano encheu o pé e a bola explodiu na trave do Inter. O Inter respondeu com Lisandro López, que recebeu lançamento de Paulão e arriscou o chute mas mandou para fora.

Aos 31, Emerson abriu para Pará na direita, ele foi a linha de fundo e levantou na área. Guerrero acertou a cabeçada mas a bola foi no meio do gol e Alisson fez a defesa.

No intervalo, Oswaldo de Oliveira decidiu mexer na equipe e sacou Everton para a entrada de Paulinho. A mudança deu pelo menos mais espírito de luta à equipe, que começou a segunda etapa buscando o empate.

Aos seis minutos, Jorge fez bela jogada pela ponta esquerda e sofreu falta, mas a bola sobrou para Alan Patrick e o meia tentou o chute. A bola bateu na zaga e sobrou para Guerrero na meia lua. O atacante virou e bateu rastaeiro no canto direito, mas a bola saiu pela linha de fundo, rente ao poste.

Aos 11, novo lance de muito perigo do ataque do Flamengo. Jorge cobrou lateral na área e a bola chegou para Guerrero, que tocou para trás para Alan Patrick que entrava em velocidade. De frente para o gol, o meia chutou meio truncado pela zaga e a bola foi para fora.

O Inter tenta chagar ao gol aos 17 e após boa tabela pelo lado esquerdo, passe para Valdívia no meio, o meia não alcança e a bola sobra para Nilton soltar um balaço que passou rente ao travessão de Paulo Victor.

Aos 31, o Fla rouba a bola no grande círculo e Gabriel parte em velocidade pelo meio. O meia enfia para Guerrero na esquerda da área e o peruano bate cruzado pelo chão e obriga Alisson a trabalhar para salvar o empate.

O Inter respondeu na sequência do lance e avançou em velocidade pelo meio. Num bate rebate, a defesa falhou e Lisandro López teve a chance mas mandou para fora. Aos 35, escanteio pela esquerda para o Flamengo. Gabriel levantou na área q Jorge acertou boa cabeçada que tirou tinta da trave direita de Alisson.

O jogo, que já não era bom, ficou mais picado em seus momentos finais, sem que nenhuma das duas equipes chegásse perto de marcar. O Flamengo insistiu, mas sem organização ou competência para encontrar o caminho do gol.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 1 INTERNACIONAL

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de outubro de 2015 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Renda: R$ 999.707,50
Público: 24.599 pagantes (28.786 presentes)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Bruno Boschilia (Fifa-PR)
Cartões amarelos: Paulão, Réver (Inter)
Gol:
INTERNACIONAL: Ernando, aos 17 min do 1º tempo

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo, Héctor Canteros (Kayke), Alan Patrick e Everton (Paulinho); Emerson Sheik (Gabriel) e Paolo Guerrero
Técnico: Oswaldo de Oliveira

INTERNACIONAL: Alisson; William, Paulão, Réver e Ernando; Rodrigo Dourado, Nilton (Wellington), Anderson (Vitinho) e Alex (D’Alessandro); Valdívia e Lisandro López
Técnico: Argel Fuck




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: