Flamengo vence o Santa e dorme no G-4 do Brasileirão

O Flamengo conseguiu uma vitória importante nesta quarta-feira. Contra o Santa Cruz, no Arruda, a equipe carioca venceu o time pernambucano por 1 a 0 e chegou ao G-4 do Brasileirão. O gol da vitória dos rubro-negros foi marcado por Willian Arão.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrenta o Fluminense, em clássico que será realizado na Arena das Dunas, no domingo, ás 16 horas. O Santa Cruz enfrenta o Corinthians, um dia antes, em São Paulo, ás 21 horas.

O JOGO

O jogo começou aberto, com as duas partindo para o ataque. Rapidamente, o Rubro-Negro chegou ao gol com Willian Arão. O volante recebeu em boas condições e mandou um belo chute para o fundo da rede, de longa distância.

Na frente do placar, os cariocas permitiram uma reação do Santa, que passou a pressionar. Porém, o goleiro Muralha estava em uma boa noite e conseguiu segurar as chances dos donos da casa até o intervalo.

Nos primeiros minutos da segunda etapa, o Flamengo controlou o meio e dificultou a vida dos donos da casa. Com pouca mobilizade, sem sucesso, os pernambucanos tinham poucas chances chegar ao ataque.

Tranquila, a equipe de Zé Ricardo recuou um pouco,. Grafite e Keno deram trabalho à defesa carioca, mas Muralha estava inspirado. O goleiro fez importantes defesas e evitou o empate do Cobra Coral.

Mesmo na casa do adversário, o Flamengo. Em meio a muitas especulações sobre a contratação de um treinador, o Rubro-Negro deveria efetivá-lo no comando da equipe.

FICHA TÉCNICA:
SANTA CRUZ 0 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio do Arruda, Recife (PE)
Árbitro: Wagner Reway – MT (ASP-FIFA)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz – MS (FIFA) e Fabio Rodrigo Rubinho – MT (ASP-FIFA)
Cartão amarelos: Lelê (STC)
Público e renda: 12.739 pessoas / R$ 220.340,00

Gol: Willian Arão, 14’/1°T (0-1)

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Vítor, Allan Vieira, Danny Morais e Tiago Costa (Roberto, 20’/2°T); Daniel Costa (Lelê, 7’/2°T), Leandrinho (Wallyson, 28’/2°T) e João Paulo; Arthur, Keno e Grafite. Técnico: Milton Mendes.

Flamengo: Alex Muralha, Rodinei, Rafael Vaz, Réver e Jorge; Márcio Araújo, Arão, Alan Patrick (Mancuello, 29’/2°T) e Everton (Fernandinho, 40’/2°T); Marcelo Cirino e Felipe Vizeu (Cuéllar, 13’/2°T). Técnico: Zé Ricardo




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: