Flamengo vence Coritiba com gol de pênalti nos acréscimos na Ilha

Na estreia da camisa amarela e azul, o Flamengo buscava retornar o rumo das vitórias na Ilha do Urubu, neste sábado. Sem Diego, poupado, coube a Everton Ribeiro assumir o papel de herói, e o camisa 7 não amarelou. Aos 46 minutos, de pênalti, fez o gol da vitória suada de 2 a 1 sobre o Coritiba. Antes, Berrío abriu o placar e Henrique Almeida empatou a partida válida pelo Brasileirão.

De olho no jogo contra o Santos, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o técnico Zé Ricardo não escalou Diego. Mas, no primeiro tempo, Everton Ribeiro, Geuvânio e Berrío deram conta do recado. O último, que entrou de útlima hora no lugar de Everton, gripado, foi quem encheu de esperança os rubro-negros aos seis minutos. Geuvânio roubou a bola ainda no campo de defesa e tocou para Everton Ribeiro, que enxergou Berrío no meio. O colombiano, com tranquilidade, tocou na saída do goleiro.

Aos 27, Guerrero tentou ampliar em chute de fora da área, mas a bola foi por cima. Aos 29, Geuvânio deu um lindo passe de trivela para Everton Ribeiro, que obrigou Wilson a buscar no canto.

O volume de jogo do Flamengo no primeiro tempo não se repetiu no segundo. O empate do Coritiba veio pouco depois da volta do intervalo. A um minuto, Tomas Bastos achou Henrique Almeida, o zagueiro Juan não acompanhou e o atacante igualou o placar. O Flamengo tentou dar uma rápida resposta, com Rafael Vaz, mas o goleiro Wilson fez outra boa defesa. Guerrero marcou pouco depois, até comemorou com a torcida, mas foi avisado pelos próprios rubro-negros que o árbitro havia assinalado impedimento e anulado.

ERAM TRÊS JOGOS DE JEJUM

O Flamengo via o Coritiba ganhar confiança, e a afobação dos últimos jogos voltou a se abater sobre o time. Sem vitória há três partidas, duas delas em casa (derrota para o Grêmio e empate com o Palmeiras), a equipe de Zé Ricardo não conseguia criar. Juan, de cabeça, chegou a carimbar o travessão aos 26 minutos, mas não mais que isso. Aos 39 minutos, Rômulo recebeu passe de Guerrero na entrada da área e ficou cara a cara com Wilson, mas chutou nas mãos do goleiro.

O destino, porém, guardava um pênalti aos 46 minutos, cometido por Márcio em Vinicius Júnior. Everton Ribeiro, apesar de já sentir o cansaço, foi quem cobrou e fez o gol da vitória.

“É um alívio grande (a vitória). A gente vem buscando a cada jogo melhorar, e reencontrar a vitória é importante. Todo mundo fez a sua parte. Não vai ter jogo fácil, mas vamos buscar a vitória sempre”, disse Everton Ribeiro.

O próximo compromisso do Flamengo no Campeonato Brasileiro será o clássico contra o líder Corinthians, em São Paulo. Já o Coritiba recebe o Atlético Mineiro no Couto Pereira. Antes, o Rubro-negro vai até São Paulo enfrentar o Santos pela Copa do Brasil, na quarta-feira.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 x 1 CORITIBA

FLAMENGO – Thiago; Pará, Rafael Vaz, Juan e Trauco; Rômulo (Lucas Paquetá), Willian Arão e Everton Ribeiro; Geuvânio (Felipe Vizeu), Guerrero e Berrío (Vinícius Júnior). Técnico: Zé Ricardo.

CORITIBA – Wilson; Léo, Márcio, Luizão e William Matheus; Jonas, Alan Santos (Neto Berola), Matheus Galdezani e Tomas Bastos; Rildo (Filigrana) e Henrique Almeida (Alecsandro). Técnico: Robson Gomes (interino).

GOLS – Berrío, aos 6 minutos do primeiro tempo; Henrique Almeida, aos 46 segundos, e Everton Ribeiro (pênalti), aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Willian Arão (Flamengo); Luizão, Tomas Bastos, Wilson, William Matheus, Rildo e Alecsandro (Coritiba).

ÁRBITRO – Braulio da Silva Machado (SC).

RENDA – R$ 732.655,00.

PÚBLICO – 11.722 pagantes (13.014 no total).

LOCAL – Ilha do Urubu




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: