Flamengo só empata com Bota e vê título distante

Flamengo e Botafogo fizeram um clássico movimento e de muita velocidade no gramado pesado do Maracanã. Porém, nenhuma das duas equipes conseguiu marcar no duelo que terminou empatado por 0 a 0 neste sábado. Este foi o primeiro clássico no estádio desde que ele foi liberado pelo Comitê dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O resultado foi pior para o Flamengo, que está a quatro jogos sem vencer no Brasileiro e pode ver a distância para o líder Palmeiras aumentar neste domingo. Além disso, os cariocas podem cair para a quarta posição, caso Santos e Atlético-MG vençam os seus compromissos no domingo. O Botafogo se mantém no G-6 com o empate.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrenta o América-MG, no Independência, às 21h45, no próximo dia 16. O Botafogo joga no mesmo dia no estádio Luso-Brasileiro contra a Chapecoense, às 19h30.

O JOGO

O primeiro tempo entre Flamengo e Botafogo foi marcado por uma iniciativa maior da equipe da Gávea, mas também por muita entrega dos alvinegros.  A forte chuva deixou o clássico muito disputado no meio-campo, porém, sem deslealdade entre os atletas.

Principal organizador dos rubro-negros, Diego criou as duas melhores chances da primeira etapa. Na primeira, o apoiador deu belo passe para Guerrero, que dentro da área, finalizou por cima do gol de Sidão, levantando pela primeira vez a torcida do Flamengo no Maracanã. A segunda oportunidade surgiu em um contra-ataque puxado por Rafael Vaz, o defensor lançou Diego, que abriu em Fernandinho. O atacante cruzou, a bola foi desviada pela zaga alvinegra a e bola se ofereceu para o apoiador, que dentro da área, finalizou para boa defesa do goleiro alvinegro.

Com um pouco mais de dificuldade na construção de jogadas ofensivas, o Botafogo apostava nos seus laterais, Victor Luis e Alemão, principalmente o lateral-direito, que foi uma boa saída ofensiva para o clube de General Severiano na primeira etapa.

O segundo tempo começou bem mais quente. O Botafogo teve em cinco minutos duas grandes chances de sair na frente. Neilton fez boa jogada e finalizou para boa defesa de Muralha. Logo depois, Alemão lançou, o goleiro do Rubro-Negro deu bobeira e Pimpão cabeceou, a bola encobriu Muralha, mas acabou indo para fora.

O Flamengo respondeu em um lance de bola parada. Gabriel sofreu falta. Na cobrança, Diego balançou a rede e fez alguns rubro-negros comemorem, porém, a bola acabou indo pelo lado de fora da trave de Sidão, mantendo a partida empatada e sem gols.

A partida da segunda metade da etapa final, as duas equipes passaram a sentir o desgaste de um gramado pesado no término da temporada. Buscando uma vitória para se manter vivo na luta pelo título, Zé Ricardo modificou o ataque do Flamengo. Emerson Sheik e Marcelo Cirino entraram nas vagas de Fernandinho e Gabriel. Jair demorou um pouco mais e trocou Neilton por Sassá.

O duelo seguiu franco, mas com as duas equipes errando bastante. No fim, Rodrigo Pimpão ainda teve uma chance clara, mas finalizou para fora. O empate foi pior para os rubro-negros. Após o tropeço, o Flamengo que pode assistir o Palmeiras disparar ainda mais na liderança do Brasileirão no domingo.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 05/11/2016 – 17h00 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Renda/público: 49.382 presentes – 44.388 pagantes – R$ 2.408.689,00
Cartões amarelos: Réver, Rafael Vaz (FLA) e Sassá, Victor Luis, Airton (BOT)

GOLS:

Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão (Leandro Damião 38’/2ºT) , Gabriel ( Marcelo Cirino 26/2ºT), Diego e Fernandinho(Emerson 30’/2ºT); Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Botafogo: Sidão, Alemão, Carli, Emerson e Victor Luís; Airton (Diogo Barbosa 28’/2ºT), Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Camilo; Neilton (Sassá 37’/2ºT) e Rodrigo Pimpão. Técnico: Jair Ventura.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: