Flamengo perde para o Figueirense

O Figueirense fez valer o mando de campo e derrotou por 1 a 0 o Flamengo, neste domingo, no Orlando Scarpelli. Com a vitória, os catarinenses chegaram a nove pontos, foram para o meio da tabela e se afastaram as últimas posições do Campeonato Brasileiro. Já os rubro-negros desperdiçaram mais uma vez a chance de voltar ao G-4 da Série A e seguem com dez  pontos, em quinto.

O Flamengo foi melhor durante os 90 minutos, mas parou em ótima tarde do goleiro Gatito Fernández. Já o Figueirense, mesmo em casa, não teve tantas chances, mas chegou a vitória com Rafael Moura, ainda no primeiro tempo.

Na próxima rodada, o Figueirense vai até Recife para enfrentar o Santa Cruz, na quarta-feira. No mesmo dia, o Flamengo terá mais um jogo fora de casa. Desta vez, os rubro-negros vão encarar o Cruzeiro, no Mineirão.

O jogo – Mesmo fora de casa, o Flamengo começou a partida mais ofensivo que o Figueirense. Aos seis minutos, Rodinei arriscou de longe e obrigou Gatito Fernández a defender em dois tempos. No minuto seguinte, Alan Patrick também chutou de fora da área e levou perigo ao gol catarinense.

O Figueirense tentava avançar, mas não levava perigo ao gol de Alex Muralha. Já o Flamengo aproveitava os espaços e quase abriu o placar aos 14 minutos. Felipe Vizeu recebeu passe na área, chutou cruzado, mas viu a bola desviar na zaga e ir pela linha de fundo.

Aos poucos, os donos da casa equilibraram a partida e conseguiram criar sua primeira boa chance aos 27 minutos. Após cruzamento na área, Carlos Alberto tentou o domínio, mas a bola sobrou para Gustavo Ermel. O atacante finalizou com uma meia bicicleta, mas parou em grande defesa de Alex Muralha.

Depois disso, com o jogo equilibrado, as chances de gol praticamente desapareceram. As duas equipes chegavam próximas da área, mas nenhuma conseguia finalizar com perigo ao gol adversário. Quando acertou, o Figueirense abriu o placar no Orlando Scarpelli, aos 41 minutos. Rafael Moura recebeu passe na área e, mesmo sem muito ângulo, chutou sem chance para Alex Muralha.

Nos minutos finais, o Flamengo ainda buscou o empate e quase conseguiu aos 43 minutos, em chute de longe de Everton que passou próximo a trave de Gatito Fernández. os donos da casa souberam segurar a pressão para irem para o intervalo com a vantagem no placar.

No segundo tempo, o Figueirense não quis deixar o Flamengo pressionar no início e assustou logo com um minuto. Ayrton arriscou de fora da área e obrigou Alex Muralha a fazer boa defesa. No entanto, os rubro-negros responderam aos sete. Alan Patrick recebeu passe na área e chutou forte, mas viu Gatito Fernández salvar os catarinenses.

O confronto ficou aberto, com as duas equipes em busca do ataque, mas finalizando de fora da área. Pelo Figueirense, Gustavo Ermel parou em Alex Muralha, enquanto pelo Flamengo, Alan Patrick viu novamente Gatito Fernández defender chute de longe.

Com o passar do tempo, o Flamengo aumentou a pressão em busca do empate. Aos 34 minutos, após cobrança de escanteio, Felipe Vizeu cabeceou para grande defesa de Gatito Fernández. No lance seguinte, foi a vez de Rafael Vaz finalizar e parar no goleiro do Figueirense.

Nos minutos finais, os visitantes foram com tudo para o ataque, mas pararam na retranca do Figueirense. Na melhor chance rubro-negra, o zagueiro Rafael Vaz, atuando como atacante, cabeceou próximo a trave de Gatito Fernández. Os catarinenses souberam segurar o resultado para garantir mais três pontos no Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA:
FIGUEIRENSE 1 X 0 FLAMENGO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 12 de junho de 2016, domingo
Horário: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Renda: R$ 357.270,00
Público: 10.948 pagantes
Cartões amarelos: Dudu e Marquinhos (Figueirense); Everton (Flamengo)

GOL
FIGUEIRENSE: Rafael Moura, aos 41min do primeiro tempo

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández, Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Ferrugem e Carlos Alberto (Bady); Dudu, Gustavo Ermel (Lins) e Rafael Moura (Guilherme Queiroz)
Técnico: Vinícius Eutrópio

FLAMENGO: Alex Muralha, Rodinei, Rafael Vaz, Léo Duarte e Jorge; William Arão, Márcio Araújo (Mancuello), Everton (Marcelo Cirino), Alan Patrick e Ederson (Gabriel); Felipe Vizeu
Técnico: Zé Ricardo




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: