Flamengo perde muitas chances e acaba derrotado pelo Atlético-PR

Assim como contra o Universidad Católica, no Chile, o Flamengo teve uma boa atuação fora de casa e novamente a equipe carioca acabou derrotada fora dos seus domínios na Libertadores. Em um lance de falha defensiva, o Atlético-PR aproveitou e marcou na vitória por 2 a 1 na Arena da Baixada.

Os gols dos paranaenses foram marcados por Thiago Heleno e Otávio. Arão diminuiu para os cariocas. Com o resultado, o Furacão assume a liderança do grupo da Libertadores com sete pontos. O Flamengo vem em segundo com seis. A Católica ocupa a terceira colocação com cinco e o San Lorenzo vem em quarto lugar com quatro pontos.

Pela Libertadores, o Flamengo volta aos gramados na próxima quarta-feira contra a Universidad Católica, no Maracanã. Já o Atlético-PR recebe o San Lorenzo no mesmo dia na Arena da Baixada.

O JOGO

O primeiro tempo entre Flamengo e Atlético-PR foi bastante equilibrado. Os donos da casa tentar fazer uma pressão no começo da partida, os cariocas conseguiram suportar, criaram boas chances, mas sofreram um gol bem próximo do intervalo.

Jogando em casa, o Furacão começou a partida buscando mais o jogo. Com apenas sete minutos, a equipe paranaense teve uma grande chance de abrir o placar. Nikão recebeu na entrada da área, passou pela defesa do Flamengo e carimbou a trave de Muralha.

Com o tempo, os cariocas resistiram a pressão e conseguiram criar boas oportunidades em Curitiba. A melhor chance foi de Guerrero. O peruano recebeu com liberdade, passou pela defesa adversária e finalizou para fora.

A partir da metade do primeiro tempo, o jogo deu uma esfriada. O Flamengo conseguiu administrar bem a partida e o Furacão tinha dificuldades para pressionar. Foi neste momento, que em uma jogada isolada, os paranaenses conseguiram marcar. Em cobrança de falta, Thiago Heleno ganhou da defesa do Flamengo e cabeceou, a bola encobriu Muralha e morreu no fundo das redes dos cariocas.

A segunda etapa começou com o Flamengo partindo para cima. Precisando de um gol, os cariocas conseguiram pressionar na Arena. Aos dois minutos, os visitantes conseguiram balançar as redes, mas o lance foi anulado. Guerrero, em posição irregular, desviou um chute de Trauco para as redes, mas a jogada não foi validada.

O Furacão buscava um contra-ataque para matar a partida e teve uma boa chance aos set minutos. Eduardo da Silva recebeu em boas condições finalizou em cima do goleiro do Flamengo, que fez boa defesa, salvando os cariocas do segundo gol.

Aos 28 minutos, o Flamengo teve uma oportunidade muito clara de empatar a partida. Após cruzamento, Leandro Damião carimbou a trave de Weverton, a bola sobrou para Guerrero que testou em cima do goleiro paranaense. Os cariocas ainda tiveram duas chances boas de empatar com Gabriel e Damião, porém, faltou calma para a equipe do Flamengo.

Antes do fim da partida, as equipes marcaram cada uma uma vez. Otávio fez o segundo do Atlético-PR e Willian Arão diminuiu para os cariocas. Porém, não houve tempo para uma reação do Flamengo e partida terminou com vitória paranaense.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 1 FLAMENGO

Local : Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Árbitro: José Argote (VEN)
Cartões amarelos : Guerrero, Rafael Vaz e Mancuello (FLA); Weverton (CAP)
Público e renda : 33.463 pagantes / 36.519 torcedores / R$ 1.588.815,00
Gols : Thiago Heleno, 35’/1°T (1-0); Felipe Gedoz, 42’/2°T (2-0); Arão, 44’/2°T (2-1)

Atlético-PR : Weverton; José Ivaldo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Rossetto (Wanderson, 39’/2°T), Nikão, Lucho (Felipe Gedoz, 5’/2°T) e Coutinho (João Pedro, 20’/2°T); Eduardo da Silva. Técnico : Paulo Autuori.

Flamengo : Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Renê (Matheus Sávio, 25’/2°T); Márcio Araújo (Mancuello, 40’/2°T), Willian Arão e Rômulo (Leandro Damião, 25’/2°T); Gabriel, Trauco e Guerrero. Técnico : Zé Ricardo.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: