Flamengo joga bem, mas empata na estreia do Brasileirão

09O que poderia ser uma grande festa, com o estádio Mané Garrincha, em Brasília, cheio e a despedida de Neymar, acabou em um empate sem gols entre Santos e Flamengo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro na tarde de domingo. O craque santista pouco apareceu durante os 90 minutos e agora vai desfilar nos gramados europeus com a camisa do Barcelona. O jogador assina com o clube nesta segunda-feira.

Os rubro-negros foram melhores e desperdiçaram diversas chances claras. Assim, as duas equipes somaram apenas um ponto neste início de Série A.

O primeiro tempo foi de muita correria, mas sem muita inspiração. O Flamengo criou as melhores chances, com Rafinha e Gabriel. Já na etapa final, os cariocas seguiram tendo as melhores chances, mas novamente não as aproveitaram para desespero da torcida, que era ampla maioria, presente no Mané Garrincha.

Na próxima rodada, o Santos vai até Volta Redonda para encarar o Botafogo, na quarta-feira. Já o Flamengo encara a Ponte Preta, em Juiz de Fora, no mesmo dia.

O jogo – O confornto começou com as duas equipes buscando o ataque. O Flamengo aproveitava melhor os espaços e chegava próximo ao gol. Os rubro-negros quase abriram o placar com 11 minutos. Após cruzamento na área, Rafinha apareceu livre e tocou, mas viu Rafael fazer grande defesa para salvar o Santos. Os paulistas tinham dificuldade de transpor a marcação adversária e Neymar pouca aparecia em campo.

O craque arriscou seu primeiro chute somente aos 17 minutos. Após tabela com Montillo, Neymar tentou colocar a bola no ângulo de Felipe, mas a viu ir por cima do travessão de Felipe. O lance acabou sendo o único dos paulistas, pois o Flamengo conseguia chegar com mais frequência ao ataque, mas esbarrava na defesa do Santos, que tirava o perigo.

Depois de um período com muita correria, mas poucas chances de gol, o Flamengo teve novamente grande chance marcar, aos 42 minutos. Hernane recebeu a bola na área, de frente para rafael. No entanto, o atacante preferiu tocar para Gabriel, mas o meio demorou muito para finalizar e acabou travado pela zaga santista. Renato Abreu ainda pegou o rebote, só que chutou por cima do travessão. Assim, o duelo foi para o intervalo com a igualdade no marcador no Mané Garrinha.

No segundo tempo, o panorama da partida seguiu o mesmo. O Santos não tinha organização no setor ofensivo e não incomodava o goleiro Felipe. O Flamengo conseguia chegar com mais facilidade ao ataque, mas também não ameaçava Rafael.

Na melhor chance dos primeiros minutos, Elias arriscou de fora da área e a bola passou a direita do gol santista. A resposta do Santos aos nove minutos. Após cruzamento, Henrique escorou para Neymar, mas o atacante foi travado no momento da finalização.

Partida melhora no segundo tempo, mas a rede não balança- O confronto melhorou e as duas equipes passaram a criar mais chances. Aos 23 minutos, Neymar cobrou falta e obrigou Felipe a voar para fazer a defesa. Já o Flamengo respondeu três minutos depois. Gabriel foi lançado na área, tocou por cima de Rafael, mas viu Durval aparecer para salvar os paulistas.

Os rubro-negros começaram a aproveitar mais os espaços e quase abriram o placar aos 32 minutos. Em contra-ataque rápido, Marcelo Moreno foi lançado e finalizou para grande defesa de Rafael, que salvou o gol com o pé. Dois minutos depois, foi a vez de Carlos Eduardo desperdiçar oportunidade. O atacante viu o goleiro santista falhar após cruzamento, mas chutou errado, para fora.

Nos minutos finais, as duas equipes ainda tentaram o gol da vitória, mas na base da vontade. Nenhuma conseguiu criar chance clara e o duelo acabou mesmo em um frustrante empate sem gols em Brasília.

Flamengo: Felipe, Léo Moura, Renato Santos, Marcos González e Ramon; Luiz Antônio (Carlos Eduardo), Elias, Renato Abreu e Gabriel (Paulinho); Rafinha e Hernane (Marcelo Moreno). Técnico: Jorginho Santos: Rafael; Rafael Galhardo (Patito Rodríguez), Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo (Felipe Anderson); Neymar e Henrique (Gabriel). Técnico: Muricy Ramalho



Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: