Flamengo goleia Desportiva-ES em amistoso

O Flamengo não encontrou a menor dificuldade para golear a Desportiva, do Espírito Santo, por 4 a 0, em amistoso disputado na tarde deste domingo (11), no estádio Kléber Andrade, em Cariacica. O time rubro-negro atuou com uma equipe diferente em cada tempo, mas não deu qualquer chance ao  time capíxaba.

A partida serviu como preparação da equipe carioca para o jogo desta quarta-feira, diante do Figueirense, na volta do Campeonato Brasileiro e mostrou um Flamengo muito superior ao adversário que atravessa má fase e que acaba de ser eliminada da Copa Espírito Santo.

A Desportiva começou empolgada, mas foi superada pela maior categoria da equipe da Gávea. E, depois de sofrer o primeiro gol,  o time grená acabou entregando os pontos, sem esboçar qualquer reação. César Martins, Emerson Sheik, Matheus Sávio e Douglas Baggio anotaram os gols dos visitantes.

O jogo

A Desportiva começou a partida com disposição ofensiva e, logo aos três minutos, Paulo Victor saiu mal em cruzamento de Léo Oliveira, mas depois conseguiu se recuperar. O Flamengo adotava um rirmo lento e praticamente não incomodava a defesa capixaba. Aos nove minutos, o atacante Ramon recebeu na entrada da grande área e arriscou o chute, mas a bola saiu sem levar perigo. Emerson Sheik se mostrou irritado e foi advertido com o cartão amarelo por atingir, de forma violenta, o volante Ivan.

O Flamengo chegou, com perigo pela primeira vez aos 12 minutos, em conclusão de Paulinho, após passe de Kayke, mas a bola passou longe do gol defendido por Felipe. Paulo Victor apareceu bem em dois lances consecutivos. Aos 16 minutos, Sidney bateu e o goleiro espalmou para escanteio. Após a cobrança, Fred tentou o cruzamento, mas a bola quase enganou o arqueiro, que fez ótima defesa. Em novo escanteio, Samir desviou contra seu próprio gol e Paulo Victor desviou com o pé, salvando o Flamengo outra vez.

Aos 18 minutos, o Flamengo marcou. Alan Patrick levantou na área, Emerson desviou e César Martins, em posição irregular, mandou para as redes, mas a arbitragem validou o lance. Três minutos depois, Sávio derrubou Sheik na área e o árbitro marcou pênalti. Emerson bateu e ampliou o marcador. Em desvantagem, o time da casa desanimou completamente e quase sofreu o terceiro gol, aos 24, em nova conclusão de Emerson.

Aos 28 minutos, a partida foi interrompida para a despedida do meia Léo Oliveira que, antes de a bola rolar, foi homenageado pela diretoria. O jogador deixou o campo chorando e muito aplaudido pela torcida.

O jogo caiu muito de ritmo e só aos 36 minutos é que a torcida teve um pouco de emoção. Alan Patrick tocou de calcanhar para Jajá que fez o cruzamenro, mas o goleiro Felipe saiu com precisão e fez a defesa.

No intervalo, o técnico Oswaldo de Oliveira trocou o time inteiro do Flamengo. E, logo aos oito minutos, a equipe carioca marcou o terceiro gol em belo chute de Matheus Sávio. Dois minutos depois, Douglas Baggio desperdiçou ótima oportunidade de marcar o quarto gol, ao chutar fraco quando estava livre na área.

Mesmo com as modificações, o rubro-negro carioca continuou dominando e, aos 20 minutos, Douglas Baggio marcou o quarto gol, após receber bom passe de Gabriel. Foi o primeiro gol do jovem atacante como profissional.

Depois do quarto gol, os dois times se desinteressaram pela partida. Sem outra motivação, a torcida preferiu fazer festa para festejar a vitória do Flamengo que voltava  a disputar uma partida no Espírito Santo, depois de 19 anos. Aos 37 minutos, Jean Sá ainda forçou o goleiro César a praticar a sua primeira defesa. Nos minutos finais, o Flamengo apenas tocou a bola enquanto a torcida gritava “olé” para festejar a goleada.

FICHA TÉCNICA

DESPORTIVA-ES 0 X 4 FLAMENGO

Local: Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES)

Data: 11 de outubro de 2015 (Domingo)

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Marcos André Gomes(ES)

Assistentes: Fábiano Ramires e Ramires Cândido(ES)

Cartão Amarelo: Eduardo(Desportiva); Emerson(Flamengo)

Gols:

FLAMENGO: César Martins, aos 18 minutos, Emerson Sheik, aos 22 minutos do primeiro tempo; Matheus Sávio aos oito minutos, Douglas Baggio, aos 20 minutos do segundo tempo

DESPORTIVA: Felipe(Tião), Victor Hugo(Jhonata), Eron(Brian), Sávio e Fred(Eduardo); Thiago, Ivan(Valim), Sidney(Jean Sá) Tatá e Léo Oliveira(Rominho); Ramon(Vitinho)_

Técnico: Mauro Soares

FLAMENGO : Paulo Victor(César), Ayrton(Luiz Antonio), César Martins(Marcelo), Samir (Wallace)e Jajá(Jorge); Márcio Araújo(Jonas), Héctor Canteros(Ronaldo) e Alan Patrick(Almir); Paulinho(Matheus Sávio), Emerson Sheik(Gabriel) e Kayke(Douglas Baggio)

Técnico: Oswaldo de Oliveira




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: