Flamengo empata de 0 a 0 com o São Paulo no Mané Garrincha

561398_481681191860961_980853750_nNa luta para manter a série invicta e subir na tabela, o Flamengo enfrentou o São Paulo neste domingp (18) e deixou a vitória escapar depois de ótimo primeiro tempo no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, pela 15ª rodada do Brasileirão. No fim do jogo, Felipe defendeu pênalti batido por Jadson. Após o empate em 0 a 0, a equipe de Mano Menezes passa a focar no jogo da próxima quarta-feira (21), contra o Cruzeiro, às 21h50, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Mano Menezes armou o time bem ofensivo e foi para cima do São Paulo desde o início. Aos dois minutos, Gabriel chutou da intermediária e a bola bateu na defesa. O São Paulo não conseguia manter a bola nos pés. Aos 15 minutos, quase saiu o primeiro gol do Flamengo. Elias roubou a bola, puxou o contra ataque e tocou para André Santos. O meia cruzou para Nixon, que por pouco não empurrou para o fundo da rede. A pressão aumentou e, no minuto seguinte, o atacante novamente apareceu na frente do gol e obrigou Rogério Ceni à ótima defesa em cabeçada no cantinho.  Os atacantes davam trabalho a Rogério Ceni. Com 25 minutos, o Flamengo já tinha seis arremates.

No segundo tempo, o Flamengo voltou sem alterações. A defesa permanecia segura, e o ataque, envolvente. Logo aos oito minutos, Paulinho entrou no lugar de Nixon e quase abriu o placar para o Mais Querido, aos nove, após tabela com João Paulo. O técnico resolveu, então, colocar Marcelo Moreno no lugar de João Paulo para dar mais qualidade às finalizações.  O Flamengo não finalizava corretamente e, para tentar arrumar a casa, Mano pôs Adryan no lugar de Hernane. Aos 41, Luiz Antônio fez pênalti. O que parecia ser o prenuncio de um castigo, tornou-se um alívio. Felipe cresceu na frente de Jadson e fez a defesa. O arqueiro, naquele momento, já era o destaque do Mais Querido. Quando o juiz apontou o centro do gramado, Felipe resumiu a sensação de todos.

“Era um jogo que sabíamos que precisávamos vencer de qualquer jeito. Tínhamos de aproveitar melhor as chances criadas. Sofremos um pouco no final, mas o São Paulo é uma equipe de qualidade e que não vai ficar muito tempo nessa situação. Por isso temos que respeitar esse pontinho”, disse. O time volta hoje para o Rio de Janeiro, onde se prepara para o primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro. A viagem para a capital mineira está marcada para esta terça-feira (20), pela manhã.

FLAMENGO 0 X 0 SÃO PAULO
Local: Mané Garrincha, em Brasília (DF)

Data/Horário: 18/8/2013, às 16h

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marrubson Melo Freitas (DF)

Renda/Público: R$2.713.905.00/ 44.164 total

Cartões amarelos: Nixon e Luiz Antônio (FLA); Jadson, Aloísio e Douglas (SPO)

Cartões vermelhos: Não houve

GOL: Não houve
FLAMENGO: Felipe, Luiz Antônio, Chicão, González e João Paulo (Marcelon Moreno, aos 22’/2T); Cáceres, Elias, André Santos e Gabriel; Nixon (Paulinho, aos 8’/2T) e Hernane (Adryan, aos 33’/2T). Técnico: Mano Menezes.
SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Rafael Toloi e Reinaldo; Wellington, Fabrício (Maicon, aos 39’/2T), Jadson e Ganso; Osvaldo (Lucas Evangelista, aos 11’/2T) e Aloísio (Ademilson, aos 22’/2T). Técnico: Paulo Autuori.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: