Flamengo é derrotado pela Ponte Preta por 2 a 0

09Com o mando de campo em Juiz de Fora, o Flamengo ontem à noite voltou a apresentar deficiências e foi derrotado por 2 a 0 pela Ponte Preta. A equipe de Campinas soube aproveitar as oportunidades e abriu o placar no primeiro tempo, com William. Na etapa final, o Flamengo ainda teve chance de empatar, mas Renato Abreu desperdiçou um pênalti. Como castigo, Cicinho fez o segundo para os visitantes e decretou a vitória da equipe de Campinas fora de casa.

Os rubro-negros seguem sem conquistar uma vitória e continuam com apenas um ponto após duas rodadas.

O Fla começou o jogo quase abrindo o placar logo com um minuto. Após cobrança de escanteio, Renato Abreu cabeceou, mas viu Edson Bastos fazer grande defesa para salvar a Ponte Preta. Depois do lance isolado, os rubro-negros só chegaram com perigo aos 15, quando Elias arriscou de longe e Edson Bastos defendeu.

A Ponte Preta melhorou e teve sua primeira chance aos 21 minutos. William achou Fernando, dentro da área, mas o estreante demorou para finalizar e quando o fez colocou para fora. Só que quatro minutos depois, os visitantes chegaram ao gol em Juiz de Fora. Depois de cobrança de escanteio, a bola bateu na zaga carioca e sobrou para William chutar sem chance para Felipe.

O revés fez com que o Flamengo voltasse a buscar o ataque com mais vontade. Os donos da casa por pouco não empataram aos 30 minutos. Marcelo Moreno recebeu passe e chutou forte para mais uma grande defesa de Edson Bastos. A resposta da Ponte Preta veio logo em seguida, com Chiquinho, mas o meia paulista finalizou para fora após passe de William.

A partir daí, a partida ficou centralizada no meio, com muitos erros na parte ofensiva dos dois times. Nos minutos finais, a Ponte Preta ainda teve duas chances de aumentar a vantagem com William, mas em ambas o atacante parou no goleiro Felipe.

Na etapa final, o Fla veio com Hernane na vaga de Rafinha e quase empatou logo com um minuto, com Elias, mas o volante finalizou por cima do travessão de Edson Bastos. A resposta da Ponte Preta veio no minuto seguinte, quando Chiquinho fez boa jogada e cruzou, só que Rildo não conseguiu chegar a tempo para tocar para a rede.

O Fla teve a chance de igualar o marcador aos dez minutos, após pênalti marcado pelo árbitro em toque de mão de Baraka. Porém, Renato Abreu desperdiçou colocando a bola para fora.

A perda do pênalti foi sentida pelos rubro-negros, que diminuíram a pressão e permitiram os contra-ataques. A Ponte só conseguiu aproveitar um desses avanços aos 28. Cicinho veio trazendo a bola com a marcação distante, entrou na área e chutou cruzado sem chance para Felipe.

O segundo revés fez com que o Flamengo fosse com tudo para o ataque, mas os cariocas não tinham organização ofensiva para criar bons lances de perigo. A Ponte Preta passou a administrar o resultado até o apito final.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: