Flamengo domina, mas falhas dão vitória ao Fluminense

Flamengo e Fluminense disputaram o tradicional clássico carioca na tarde deste domingo, pela décima primeira rodada do Brasileirão. Com o Maracanã fechado para os Jogos Olímpicos, o jogo foi realizado na Arena das Dunas em Natal. O Fluminense saiu vencedor do duelo por 2 a 1, com gols de William Arão, contra, e Richarlison. Paolo Guerrero descontou para o Rubro-Negro.

A derrota deixou o Flamengo fora do G4 do Campeonato Brasileiro, ainda com 17 pontos, e interrompeu a sequência de dois resultados negativos do Fluminense, que agora soma 16 pontos. Na próxima rodada, o Flamengo tenta se recuperar diante do Internacional, em Cariacica. Já o Tricolor visita o São Paulo no Morumbi. As duas partidas serão disputadas na quarta-feira, 29 de junho.

O jogo – O Fla-Flu deste domingo em Natal transcorreu debaixo de chuva. Com ampla maioria nas arquibancadas, o Rubro-Negro dominou as ações no primeiro tempo. Os comandados do técnico Zé Ricardo chegaram com muito mais frequência ao gol Tricolor, mas poucas vezes esteve realmente perto de marcar. Já o Flu, muito recuado, pouco fez nos primeiros 45 minutos.

O Fla começou tentando pressionar o adversário, que errava passes e não conseguia chegar perto da área. Logo aos cinco minutos, Alan Patrick quase abriu o placar. Cirino recebeu na direita, entrou na área e cruzou rasteiro em diagonal. No segundo pau, o meia tentou se esticar mas pegou mal na bola e ela escapou pela linha de fundo.

O Flu só conseguiu chegar ao ataque aos nove, em jogada de Gustavo Scarpa pela esquerda. Rafael Vaz cortou o cruzamento, mas Edson aproveitou o rebote e mandou para fora, sem perigo para a meta Rubro-Negra. A torcida se levantou aos 10, quando Ederson avançou pela intermediária Tricolor e arriscou de longe. O chute saiu forte e rasteiro, e a bola tirou tinta da trave esquerda de Diego Cavalieri, que pulou atrasado.

O Flamengo continuava chegando com mais perigo, e aos 15 Cícero bloqueou Alan Patrick e impediu a finalização para o gol dentro da área. O meia do Fla teve outra grande oportunidade aos 26: Cirino cruzou da direita, Gum corta e a bola sobra para Patrick livre na entrada da área. O meia acerta um balaço mas erra o alvo.

O Fla foi o único a mexer na equipe no intervalo. Ederson, após um primeiro tempo completamente apagado, deu lugar a Emerson Sheik. O panorama do jogo mudou completamente na segunda etapa. O Flu foi ao ataque e Magno Alves soltou a bomba, que bateu em Pará e saiu. Na cobrança do escanteio pela direita, Gustavo Scarpa levantou na área e William Arão, sozinho, cabeceou contra o próprio gol e fez contra.

Em desvantagem, o Flamengo partiu em busca do empate e o jogo ganhou em intensidade. O gol não demorou a sair: aos 12, Cirino deu de calcanhar para Guerrero, que invadiu a área e chutou em cima de Gum. Patrick aproveitou a sobra e fuzilou, mas Cavalieri defendeu. Gum tentou afastar mas tocou fraco e Guerrero entrou de cabeça e mandou para o gol vazio.

O jogo continuou lá e cá, e aos 17 foi o Flu que quase chegou: bola levantada na área, Henrique sobe com Muralha e a bola ficou viva na área. No final, Magno Alves finalizou mal e isolou a bola. A resposta do Fla veio aos 22. Alan Patrick cobrou falta pela esquerda e levantou na área. A defesa saiu e Rafael Vaz recebeu livre no meio, ajeitou e tocou por cima de Cavalieri. Wellington Silva voltou e cortou antes da bola entrar.

O Flamengo jogava mais adiantado e dava campo ao Flu no contra-ataque. Aos 25, Magno Alves mais uma vez recebeu em posição de marcar mas chutou muito forte e isolou por cima do gol. O gol que definiu a partida acabou saindo de outro lance de infelicidade da defesa do Flamengo. Em um lance sem perigo, Réver tocou para Rafael Vaz na defesa, e o zagueiro atrasou mal para Muralha. Richarlison entrou em velocidade, driblou Muralha e tocou para o gol. Zé Ricardo tentou colocar a equipe mais ofensiva e tirou o volante Márcio Araújo para a entrada de Mancuello. O argentino conseguiu alguns chutes a gol, mas o Flu soube controlar a partida e garantir a vitória.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: