Flamengo começa bem mas fica irreconhecível no segundo tempo e é goleado pelo Corinthians

O Flamengo chegou na Arena Corinthians com postura de vencedor – parecia que iria brigar pelos três pontos de igual para igual durante todo o tempo. Porém, o ímpeto durou apenas os 45 minutos iniciais, não foi efetivo o suficiente para abrir o placar e o Rubro-Negro acabou goleado por 4 a 0. Após ter Zé Ricardo expulso, o time carioca perdeu a força ofensiva, levou o primeiro gol e se viu dominado pelo Corinthians durante todo o segundo tempo. Além de perder os três pontos, a equipe da Gávea perdeu também a chance de encostar nos primeiros classificados na tabela, e teve de adiar o sonho de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro.

Tendo criado apenas uma boa chance no segundo tempo, com Guerrero e Willian Arão, o Flamengo viu o Corinthians abrir o placar aos 14 minutos, com Ángel Romero. O gol desestruturou a equipe rubro-negra, que acabou vendo Guilherme marcar aos 32 e Rildo completar, aos 34. Vendo um adversário sem reação, o atacante paraguaio ainda arrumou espaço para fechar o caixão em 4 a 0 e se firmar na vice-liderança do Brasileirão.

A derrota deixa o Flamengo mais longe da zona de classificação da Libertadores. Com 20 pontos, o Rubro-Negro ficou com a sétima colocação na tabela. Na próxima rodada, o time encara o Atlético-MG, no domingo, às 11h, no Mané Garrincha. Já o Corinthians chegou a 25 pontos e se mantém na segunda posição. No sábado, o Timão enfrenta o Coritiba, às 16h30, na Arena Condá.

O JOGO

Se os primeiros minutos de jogo davam a impressão de que o Corinthians iria dominar o jogo por estar em casa, não demorou muito para o Flamengo mostrar que não viajou a São Paulo de brincadeira. Logo no início, Marquinhos Gabriel invadiu a área e chutou cruzado, levando perigo. Mas Guerrero, aos seis, também fez a defesa do Timão balançar, quando achou Ederson, que chutou para fora.

O Flamengo não ficava esperando os donos da casa atacarem. Aos 14, a melhor chance da partida até então. Alan Patrick cobrou escanteio e Marcelo Cirino chutou, mas foi impedido pela defesa corinthiana. A bola achou Rafael Vaz, que chutou de primeira e obrigou Cássio a fazer boa defesa. Cirino ainda tentou mais uma vez, mas não foi o suficiente para abrir o placar na Arena Corinthians. Dez minutos depois, foi a vez do goleiro rubro-negro trabalhar. Romero deu passe para Marquinhos Gabriel, que ficou cara a cara com Muralha. O arqueiro do Flamengo não se assustou e defendeu sem dificuldade.

Em meio a um jogo de muito ataque, mas equilibrado e tranquilo – até então nenhum jogador havia recebido cartão amarelo -, quem acabou expulso foi o técnico do Flamengo. Fagner parou Ederson com uma falta dura, de carrinho, e Zé Ricardo reclamou com a arbitragem. Foi o suficiente para Héber Roberto Lopes expulsá-lo de campo.

A pressão do Flamengo, do meio para o fim do primeiro tempo, não foi vista na etapa final. Já sob o comando de Jayme de Almeida, o time carioca fez apenas o necessário para equilibrar o jogo após o retorno do intervalo. Ainda assim, o Rubro-Negro teve uma ótima chance para abrir o placar aos dez minutos. Willian Arão fez uma boa tabela com Guerrero, do meio de campo até a área, e o volante conseguiu emendar um belo chute, mas Cássio espalmou.

Aos 13, Giovanni cobrou falta precisa, mas Muralha estava atento e defendeu. A bola foi para escanteio e, na sequência, a bola sobrou para Ángel Romero. Sozinho, o atacante não pensou duas vezes e mandou para o fundo do gol, fazendo 1 a 0 para o Corinthians.

O gol claramente abalou o time do Flamengo, que passou a não criar mais e deixou os donos da casa dominarem. A pressão corinthiana seguiu até que, aos 32, Romero aproveitou uma falha de Jorge, avançou e achou Guilherme. O meia dominou e mandou no canto de Muralha, que dessa vez não conseguiu salvar o Rubro-Negro: 2 a 0. Ainda sem reação, o time do Rio acabou sucumbindo totalmente: dois minutos depois, Rildo, que tinha acabado de entrar, pegou rebote do goleiro e mandou de novo para o fundo da rede, de voleio.

Abatido, o Flamengo ainda tentou reagir e criar, principalmente pela direita. Mas os esforços foram em vão – o apagão após o primeiro gol foi crucial para o resultado. O Corinthians ainda achou espaço para fazer mais um, quando Rodriguinho arrancou e achou Ángel Romero. O paraguaio chutou e, mais uma vez, marcou para o Timão. Após fazer um ótimo primeiro tempo, o Rubro-Negro acabou derrotado por 4 a 0 na Arena Corinthians, e perdeu a chance de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 4 X 0 FLAMENGO

Local: Arena Corinthians
Árbitro: Héber Roberto Lopes
Público e renda:
Cartão amarelo: Guilherme, Pedro Henrique (Corinthians); Ederson, Márcio Araújo, Paolo Guerrero (Flamengo)
Cartão vermelho: –
Gols: Ángel Romero (Corinthians, aos 14′ e aos 43′ do 2ºT), Guilherme (Corinthians, aos 32′ do 2ºT), Rildo (Corinthians, aos 34′ do 2ºT)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel (Maycon, aos 37′ do 2ºT), Giovanni Augusto (Rildo, aos 31′ do 2ºT) e Ángel Romero; Luciano (Guilherme, aos 23′ do 2ºT). Técnico: Cristóvão Borges

FLAMENGO: Alex Muralha; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick e Ederson (Everton, aos 9′ do 2ºT); Marcelo Cirino (Thiago Santos, aos 22′ do 2ºT) e Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: